Publicado em
17
Novembro
2016
Mansões na Ilha do Boi e na Ilha do Frade vão a leilão em Vitória
Mansões na Ilha do Boi e na Ilha do Frade vão a leilão em Vitória
A Justiça Federal de Vitória realiza no dia 21 de novembro um leilão de móveis, imóveis, automóveis e combustíveis com itens de todo o Espírito Santo. Entre os destaques estão duas casas com mais de 4 mil metros quadrados de área de terreno na Ilha do Frade e uma residência na Ilha do Boi.
O lote da Ilha do Frade está avaliado em R$ 10 milhões e tem lance mínimo de R$ 6 milhões. No local há duas casas e área de lazer com sala de ginástica, sala de recreação, sauna, sala de repouso e piscina.





Além das mansões, um imóvel comercial avaliado em R$ 8 milhões pode ser arrematado pela metade do valor. Há ainda entre os lotes, terrenos de 250m² avaliados em R$ 10 mil (cada), com lances a partir de R$ 5 mil. O leilão também oferece combustíveis com valores abaixo de mercado.

O leilão ocorrerá de forma presencial na sede da Justiça Federal em Vitória, e eletrônica com possibilidade de lances online de qualquer lugar do país. Saiba mais detalhes no site da leiloeira.
Fonte: Gazeta ES
Publicado em
21
Setembro
2016
Complexo industrial da Parmalat vai a leilão dia 17/10 pela Justiça do Trabalho de Rio Verde
parmalat

A Justiça do Trabalho de Rio Verde, em conjunto com o leiloeiro oficial Álvaro Sérgio Fuzo, realizará leilão presencial e eletrônico no dia 17 de outubro de 2016, às 13 horas, no Honorato Plaza Hotel e com a possibilidade de lances eletrônicos de qualquer lugar do país, pelo site www.leiloesjudiciais.com.br/go.

No evento será leiloado o complexo industrial da executada “Parmalat”, localizado na cidade de Santa Helena de Goiás, incluindo máquinas e equipamentos, instalados no imóvel, que conta com área de terreno de 61.771m², além de 20.434m² de área construída. Avaliados em pouco mais de 117 milhões, o complexo e seus maquinários poderão ser arrematados pela metade do preço.

A Parmalat, empresa italiana fundada por Calisto Tanzi em 1961 na cidade de Collecchio, na província de Parma foi líder mundial na produção de leite e ficou bastante conhecida em todo o mundo por patrocinar a equipe Brabham de Fórmula 1 e grandes clubes de futebol, entre eles o Palmeiras. Instalou-se no Brasil em 1972, indo depois para outros países da América Latina. A subsidiária no Brasil, a Parmalat Brasil, assim como ocorreu com a Parmalat em outros países, entrou em colapso, com uma dívida de mais de 14 bilhões de euros.

Foi uma grande empresa europeia de produtos laticínios antes de a justiça italiana declarar sua falência em dezembro de 2003. Já a Parmalat do Brasil entrou na Justiça com pedido de concordata preventiva em agosto de 2004, depois que a matriz italiana faliu e seus controladores foram acusados de fraude. Depois, a concordata foi convertida em recuperação. Atualmente, a empresa é administrada pela Francesa Lactalis.

O imóvel vai a leilão devido a dívidas trabalhistas, e caso seja vendido, o valor recebido terá a finalidade de quitar totalmente os débitos da empresa. Interessados podem obter informações pelo site www.leiloesjudiciais.com.br/go ou pelo 0800-707-9272.
Fonte: Tribunal Regional do Trabalho de Goiás - TRT 18ª Região
Publicado em
14
Setembro
2016
Justiça Federal leiloa bens de cooperativas gaúchas
Armazéns e outras edificações podem ser arrematados no pregão

A partir das 10h desta quarta-feira, a Justiça Federal leva a leilão sete imóveis que pertencem à Cooperativa Tritícola Regional Santo Ângelo (Cotrisa). Avaliados em mais de R$ 28 milhões, os bens entregues ao pregão representam 30% do patrimônio da cooperativa de grãos (avaliado em mais de R$ 70 milhões). Mas segundo um dos liquidantes da organização, Valdir da Silva Lima, a ideia é continuar tentando reverter a situação para tudo o que não for arrematado hoje. "Queremos usar o tempo que temos até o próximo leilão (dia 28 de setembro) para buscar os créditos (de IPI, PIS e Cofins sobre exportação desde 2008) que chegam a R$ 60 milhões, a receber da Receita Federal", explica. Os imóveis estão localizados em Santo Ângelo, Caibaté e Cerro Largo.
Considerada uma das principais da região Noroeste do Rio Grande do Sul, a Cotrisa acumula, desde 2008, um passivo de R$ 200 milhões, em débitos tributários, trabalhistas e dívidas com fornecedores e bancos. A dívida com a União é de R$ 33 milhões, a maioria de débitos tributários (INSS) que a gestão anterior deixou de recolher, a partir de 2006. "Mas também tem créditos para receber", explica Lima. Em processo de autoliquidação extrajudicial, mas em continuidade de suas atividades normais, a cooperativa trabalha com algumas unidades arrendadas à produtora de óleos vegetais Camera, de Santa Rosa.
Ontem à tarde, a União colocou outros 26 bens no pregão, sendo nove da Cooperativa Agroindustrial Cruz Alta (Cotricruz). No entanto, nenhum deles foi arrematado. "Acreditamos que os interessados devam dar lances no próximo dia 27, quando ocorre uma segunda etapa do leilão", afirma o presidente da organização Volnei Stefanello. A Cotricruz também tem débitos que somam mais de R$ 200 milhões. Entre os imóveis que voltam a leilão estão a unidade de recebimento e armazenagem de grãos, composta por instalações para cooperativa agroindustrial, armazéns e edificações. Todos estão localizados em Cruz Alta, Pejuçara e Boa Vista do Cadeado, e estão avaliados em R$ 18 milhões.
"A situação financeira é muito precária há mais de 18 anos", lamenta Stefanello. Desde os anos 2000, a cooperativa - cujo patrimônio soma R$ 22 milhões e que já agregou 3,6 mil associados e empregou 200 funcionários - sofre desgastes com débitos agrícolas e processos judiciais, tendo paralisado as atividades definitivamente.
Fonte: Jornal do Comércio
Publicado em
15
Agosto
2016
Leilão de mais de 20 veículos será realizado em Manaus
Leilão será realizado no dia 20 no Sindicato dos Metalúrgicos, na capital. Motos, carros, micro-ônibus, aparelhos de ar-condicionado serão leiloados.
Moto Yamaha Lander XTZ250 é um dos veículos leiloados (Foto: Divulgação/ Jimmy Asami)
Moto Yamaha Lander XTZ250 é um dos veículos leiloados (Foto: Divulgação/ Jimmy Asami)

Mais de 20 veículos, equipamentos eletrônicos e sucatas serão leiloados no dia 20, na Zona Sul da capital. Motocicletas, micro-ônibus e carros serão leiloados. Os lotes poderão ser verificados pelos interessados a partir desta segunda-feira (15).
De acordo com a Prefeitura de Manaus, o leilão será presencial e começa a partir das 9h.

Os lotes irão ser leiloados no auditório do Sindicato dos Metalúrgicos (Sindmetal), situado na rua Duque de Caxias, n° 958, bairro Praça 14.
Dentre os bens ofertados estão: um micro-ônibus, 15 motos e seis carros. Além de equipamentos de informática, freezers, geladeiras, bebedouros, aparelhos de ar-condicionado e sucatas. Os interessados podem consulta os lotes no site da empresa.
Os bens poderão ser visitados entre os dias 15 e 19 de agosto, das 9h às 12h e das 14h às 16h, nos endereços abaixo:
Lotes 1 ao 8 e 31 ao 35: depósito Semad, Avenida Castelo Branco com Rua Parintins, nº311, bairro Cachoeirinha;
Lotes 9 ao 11: depósito Semed, Avenida Torquato Tapajós, nº1.009, bairro da Paz;
Lote 12: depósito Manausluz, rua Bonsucesso, s/nº, bairro Aleixo;
Lote 13: pátio Seminf, rua Gabriel Gonçalves, nº351, bairro Aleixo;
Lotes 14 ao 28: pátio Defesa Civil, rua Padre Agostinho Caballero Martin, nº770, bairro Compensa;
Lotes 29 e 30: depósito Manauscult, avenida André Araújo, nº2.767, bairro Aleixo.
Fonte: G1 AM
Publicado em
09
Agosto
2016
Justiça dá início a leilão de bens apreendidos de traficante
A Justiça Federal deu início na manhã de hoje ao leilão dos bens apreendidos durante a operação nevada. São centenas de ítens entre jóias, artigos importados, obras de arte, veículos e móveis luxuosos. Produtos adquiridos com dinheiro do tráfico de drogas que agora podem ser arrematados por um preço bem acessível.
Fonte: SBTMS
Publicado em
03
Agosto
2016
Traficantes tinham jegue e minitouro, que serão leiloados
Para arrematá-los, leilão será realizado na terça e quarta-feira, às 9h
Dois animais foram encontrados pela Polícia Federal com traficantes e a Justiça decidiu leiloá-los nesta terça (9) e quarta-feira (10). As apreensões de um jegue e um touro aconteceram durante Operação Nevada, que foi deflagrada em 9 de junho em três estados, entre eles Mato Grosso do Sul.

O jegue está no lote 66 do leilão e foi avaliado em R$ 800, mas o lance mínimo é de R$ 600. O minitouro, lote 65, tem valor de R$ 1,2 mil, mas está no certame por R$ 900.

Esses animais são mantidos em chácara que fica nos fundos do bairro Jockey Clube, em Campo Grande. É possível fazer a visita a eles a partir de agendamento com a pregoeira responsável pelo leilão, determinada pela 3ª Vara da Justiça Federal da Capital.

Conforme o site da leiloeira, 15 pessoas já se interessaram pelo jegue e outras 42 procuraram informações sobre o minitouro.

Para arrematar o minitouro ou/e o jegue é necessário participar do arremate indo à Justiça Federal, na Rua Delegado Carlos Roberto Bastos de Oliveira, 128, Parque dos Poderes, em Campo Grande na terça (9) e quarta-feira (10), a partir das 9h. Também é possível arrematar pela internet, no site do certame.

Há dezenas de objetos que também fazer parte da mesma venda. Ao todo são 68 lotes, entre eles correntes de ouro e relógios rolex, avaliados em mais de R$ 70 mil. A Justiça Federal divulgou que a arrecadação estimada poderia chegar a R$ 487.516,35, com base nos lances mínimos.
Fonte: Correio do Estado
Publicado em
26
Julho
2016
Leilões das Justiças Federal e Estadual em Poços de Caldas
Aconteceu em Poços um leilão público judicial de vendas de bens penhorados. Para os investidores é a oportunidade de comprar equipamentos e até imóveis com valores bem abaixo de mercado.
Fonte: TV Poços
Publicado em
25
Julho
2016
Justiça apreendeu mais de R$ 1 bilhão de traficantes no MS
Fonte: Balanço Geral MS
Publicado em
22
Julho
2016
Leilão expõe vida extravagante de chefe do tráfico
Bens de luxo alienados pela Justiça Federal serão leiloados nos dias 8 e 9 de agosto
Uma casa onde se tem muito de tudo, até do que pouco ou quase nunca se usa. A residência de um dos narcotraficantes presos na Operação Nevada, da Polícia Federal, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, é um reduto de extravagância. Na parte de baixo, os móveis de primeira linha estão ocupados por faqueiros de ouro, de prata, peças de cristal, e subindo as escadas de mármore há obras de arte de pintores famosos e até um trono. Tudo isso agora está à venda. A Justiça Federal determinou leilão dos bens que será realizado em agosto.

O imóvel fica localizado na Rua Serra Nevada que deu nome à operação da PF. No local, estarão reunidos parte dos cerca de 700 lotes, incluindo eletroeletrônicos, eletrodomésticos, roupas, calçados, joias e outros itens. A visitação poderá ser feita nos dias 4 e 5 de agosto. O certame presencial será nos dias 8 e 9.

Os bens que não forem vendidos serão ofertados novamente no segundo leilão em 19 de agosto, com o valor inicial reduzido em 25%. Se vender todos os lotes no primeiro leilão pelo preço inicial, a Justiça Federal arrecadará R$ 543 mil, mas o fato é que em preços de mercado toda a mercadoria valeria ao menos 10 vezes mais. O gosto refinado do antigo ocupante é perceptível desde a entrada da casa, onde uma enigmática estátua branca chama atenção dos visitantes. Dentro da residência, tudo é de primeira linha e em abundância. A prataria é digna de reuniões diplomáticas. Há também uma grande quantidade de taças de cristal. Na sala, um dos sofás mais elegantes é avaliado em R$ 18 mil. Uma mesa de vidro com base de tronco de árvore teria custado algo em torno de R$ 12 mil. Há espelhos enormes com molduras elegantes pela casa inteira.

No escritório, obras de arte de artistas plásticos conhecidos. Há um quadro de Juarez Machado avaliado em R$ 3,5 mil. No espaço, o narcotraficante colocou ainda um trono vermelho. O quarto dele não é menos extravagante. Porém, o closet é o espaço mais impressionantes. São centenas de camisas, camisetas, calças de marca, calçados, perfumes, muitos deles nas embalagens, e uma coleção de óculos. A maioria das roupas e sapatos aparenta nunca ter sido usada pelo antigo dono. A leiloeira vai organizar as roupas em kits para a venda. Os preços ainda estão sendo definidos. Além disso, ele tinha grande coleção de joias de ouro e relógios. Chama atenção também o estoque gigante de toalhas de banho e colchas aparentando serem novas.

O narcotraficante gostava muito de bebidas. Há várias de garrafas no leilão. Também há grande quantidade de materiais de limpeza, guardanapos, papéis higiênico, que estarão à disposição dos compradores. Parte dos itens que podem se vistos na casa da Rua Serra Nevada vieram de outras casas no traficante na Capital e ainda de sua propriedade rural no Bairro Chácara das Mansões. Todos os imóveis foram tomados pela Justiça Federal, mas por hora não serão leiloados. A residência da Rua Serra Nevada, por exemplo, deverá ser ocupada pela Polícia Federal (PF) nos próximos meses. Por esse motivo, a cozinha será preservada. Geladeira, armários, eletrodomésticos e utensílios permanecerão no local para usos dos federais. Da propriedade rural, estão inclusos no leilão dois animais, sendo um burro e um touro. Dois jogos de selaria completa para montaria também serão ofertadas. Uma das selas é de couro trabalhado. O valor de mercado do conjunto completo é de R$ 4,350, mas será oferecido no primeiro leilão pelo valor inicial de R$ 2,8 mil.

Ostentação - O narcotraficante, segundo informações, não era um homem extravagante só dentro de casa. Muitos relatos de gastança surgiram desde a prisão dele. Certa noite, ele teria mandado fechar uma boate para poder desfrutar do espaço com amigos próximos. Pagou R$ 15 mil à vista para o estabelecimento. Ele circulava em veículos e luxo. A frota composta por um Ford Fusion, caminhonetes Toyota Hilux e GM S-10, avaliados entre R$ 30 e R$ 50 mil, também faz parte do leilão. Em breve todos os itens serão divulgados no site da leiloeira oficial com os devidos valores iniciais. O leilão foi determinado pelo Juiz Odilon de Oliveira que estaria finalizando o edital. Como os bens foram comprados com dinheiro do tráfico internacional, a Justiça pode fazer a alienação imediata sem a necessidade de esperar o julgamento final da ação. O dinheiro arrecadado será revertido para ações de combate ao tráfico de drogas.

Em família - Segundo a Polícia Federal, três irmãos chefiavam a quadrilha que trazia cocaína da Bolívia para vender em São Paulo. O trio está preso, assim como outras pessoas envolvidas no esquema criminoso, entre as quais o dono de uma garagem de veículos responsável por lavar o dinheiro obtido com a venda de entorpecentes. A droga comprada na Bolívia, era transportada de avião para Mato Grosso do Sul. No Estado, o entorpecente era jogada da aeronave ainda no ar em fazendas, onde integrantes da quadrilha recolhiam e depois preparavam o transporte do cocaína em caminhonetes ou caminhões até São Paulo.

Leilão - O leilão presencial dos dias 8 e 9 de agosto será realizado no prédio da Justiça Federal, na Rua Delegado Carlos Roberto Bastos de Oliveira, 128, no Parque dos Poderes, Campo Grande. Mais informações podem ser obtidas na leiloeira pelo telefone: 3366-1039.
Fonte: Diário Digital
Publicado em
18
Julho
2016
Bens do tráfico vão a leilão e devem render R$ 10 milhões para combate ao crime
Casas, joias, carros e outros itens de traficantes presos serão leiloados
A Justiça Federal inicia no dia 5 de agosto o leilão dos bens apreendidos com a quadrilha de tráfico internacional de drogas desativada durante a Operação Nevada, da Polícia Federal. Somente a casa de um dos líderes, no Bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, está avaliada em mais de R$ 2 milhões. O leilão será realizado em duas etapas. A primeira no dia 5, e a segunda no dia 19, com as visitações sendo abertas sempre dois dias antes. Ao todo, são mais de 400 itens, avaliados em R$ 10 milhões, que devem ser revertidos para ações de combate ao tráfico.

Na casa, localizada na Rua Serra Nevada e que deu nome à operação, há closets inteiros recheados de roupas, calçados e acessórios. Há perfumes importados, alguns avaliados em R$ 600, lacrados, e outros com o frasco aberto avaliados em R$ 30. Uma mesa de centro, de madeira nobre, custa R$ 12 mil. Pratarias e até mesmo talheres banhados a ouro terão seus valores divulgados ainda nesta semana. Também há celas de montaria que custam R$ 5 mil cada.

Entre os veículos estão carros de luxo, como um Ford Fusion por R$ 30 mil, mas principalmente utilitários usados no transporte da cocaína importada da Bolívia Via Corumbá, como camionetes Toyota Hilux e GM S-10, avaliadas respectivamente em R$ 50 mil e R$ 30 mil, além de semirreboques com preços de R$ 6 mil a R$ 7 mil. Todos esses bens citados já podem ser leiloados, em razão de serem oriundos de lavagem de dinheiro do tráfico internacional, o que possibilita à Justiça a alienação imediata, sem a necessidade de esperar o resultado final do julgamento.
Fonte: Correio do Estado
Publicado em
18
Julho
2016
Menos de dois meses após apreensão, Justiça Federal leiloa bens de traficantes


No próximo mês, a Justiça Federal vai realizar dois leilões de bens apreendidos de uma quadrilha de tráfico internacional de drogas. Entre os itens, há várias peças luxuosas, veículos e uma corrente de ouro que vai ter lance inicial de 83 mil reais.
Fonte: SBTMS
Publicado em
15
Julho
2016
Justiça parcela o Teixeirão em 30 meses
Em 143 ações trabalhistas julgadas, dívida do clube chega a R$ 6,8 milhões
A Justiça do Trabalho tenta, pela quarta vez, vender o Teixeirão, com o objetivo de quitar as 143 ações trabalhistas já julgadas contra o América e que totalizam R$ 6,8 milhões. Avaliado judicialmente em R$ 35 milhões, é possível que o estádio seja comprado por até 21 milhões (60% da reavaliação). O valor pode ser parcelado em 30 meses. Os interessados tem até as 14 horas do dia 5 de setembro para apresentar propostas.

Depois de dois leilões e sem nenhum lance ofertado, a juíza titular da Vara do Trabalho de Rio Preto, Daniela Renata Ferreira Borges, em seu novo despacho, designou a venda direta. O corretor Rodrigo Rigolon, leiloeiro cadastrado junto ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT), já está autorizado a oferecer o estádio a possíveis compradores.

Apesar da crise financeira no país, Rigolon está animado com o prazo de quase 60 dias para conquistar um comprador. O parcelamento também anima o corretor. "O alto valor do imóvel exige mais tempo para negociá-lo, mas o prazo e o parcelamento ajudam. O interessado, nesse caso, terá tempo para estudar a área, sua destinação e o mercado", comentou Rigolon. "Estamos conversando com grupos interessados, desde o último leilão (em junho). E também contatando outros empresários."

Essa será a segunda tentativa de venda direta. Em dezembro de 2015, sob os trabalhos do corretor de imóveis Adílio Gregório Pereira, ocorreu o mesmo procedimento, mas sem sucesso. Na ocasião, o Teixeirão estava avaliado em R$ 41 milhões e não havia autorização de parcelamento. "Essa possibilidade em pagar o imóvel em até 30 meses também é interessante", comemorou Rigolon. O comprador deverá arcar com a comissão do vendedor, fixada em 5%.

No despacho, a juíza Daniela também mandou abrir as portas do estádio aos interessados. "Fica, desde já, autorizada a visitação do imóvel pelos interessados, desde que acompanhados pelo corretor ou por quem for por ele indicado. É vedado ao(s) depositário(s), criar embaraços à visitação do bem sob sua guarda, sob pena de ofensa, ficando desde logo autorizado o uso de força policial, caso a providência se mostre necessária", escreve a juíza.

Em junho deste ano, às véspera do leilão, ela já havia publicado decisão de que "havendo arrematante, a venda judicial ocorrerá livre de quaisquer ônus, podendo este dar ao imóvel o fim que desejar, incluindo eventual demolição da construção ali existente".

O despacho derruba a lei municipal do ex-vereador e conselheiro do clube, Dourival Lemes, que destina o Teixeirão apenas para fins esportivos. O presidente do América, José Carlos Pereira Neto, o Zé Branco, disse apenas que respeita a decisão judicial. Renato Custódio da Silva, advogado do América na ação, disse que ainda não tomou ciência do processo. "Vou me inteirar e ver o que poderá ser feito", disse o advogado.
Fonte: Diário da Região
Publicado em
09
Julho
2016
Quadrilha em família ostentava luxo; cocaína chegava por avião
Em quatro anos, traficantes movimentaram R$ 14 milhões


Durante os 23 meses da investigação que culminou na Operação Nevada, deflagrada hoje pela Polícia Federal, agentes acompanharam a vida luxuosa de integrantes da quadrilha que no período de 4 anos movimentou R$ 14 milhões com tráfico de cocaína. A movimentação de carros de luxo em um residencial no bairro Chácara Cachoeira, em Campo Grande, foi o “gatilho” para o início da apuração, em julho de 2014.

Dos 20 mandados de prisão expedidos, 17 foram cumpridos e pelo menos 10 pessoas foram presas em Campo Grande. Além de Campo Grande, houve ações em Bonito, Bodoquena e em cidades de Mato Grosso e São Paulo. Três dos traficantes eram irmãos e dois deles foram presos na Capital.

Os delegados Fabrício Martins Rocha e Cleo Mazzotti, responsáveis pela investigação, detalharam como a quadrilha agia. Depois da denúncia de movimento de carros de luxo no residencial, a PF descobriu que os carros faziam parte da lavagem de dinheiro oriundo do tráfico de drogas.

O “testa de ferro”, que não teve o nome divulgado, é dono da garagem de compra e venda de carros Inove, localizada na Avenida Rodolfo José Pinho, na Capital, e tinha relacionamento amoroso com parente dos três irmãos. O garagista era responsável por usar o dinheiro da quadrilha para comprar carros de luxo, alguns custavam até R$ 600 mil. Além de carros, também havia negociação de imóveis.

A suspeita da PF se intensificou quando descobriu-se que as declarações feitas pelo empresário à Receita Federal indicavam rendimento anual de no máximo R$ 50 mil. Reclamações de funcionários da garagem sobre atrasos de salários também ajudaram nas apurações.

O “testa de ferro” também cooptava pessoas para que elas cedessem os nomes para registro de compra e venda de carros e imóveis, os famosos “laranjas”.

A vida dos traficantes era de tanto luxo que em um dos alvos de mandado de busca, policiais federais encontraram talheres de ouro. Festas luxuosas também estavam na rotina dos criminosos.

Além das 17 prisões, os agentes também cumpriram parte dos mandados de busca e apreensão de carros de luxo. Segundo os delegados, o objetivo é descapitalizar a quadrilha.

Em uma das casas, os policiais precisaram fazer escavação para encontrar celular que foi dispensado por um dos suspeitos ao saber que seria preso.



A DROGA

Conforme os delegados, a cocaína produzida na Bolívia chegava em Mato Grosso do Sul por avião. Dos céus, os traficantes arremessavam a droga para fazendas de Porto Murtinho e comparsas pegavam toda a cocaína. Ainda é apurada a participação de produtores rurais no esquema.

O carregamento era transportado em carros de passeio, caminhonete e até caminhões, tudo dependia da quantidade de droga. Carregados, os veículos seguiam por estradas vicinais de Bodoquena e Bonito e tinham o estado de São Paulo como destino.
Fonte: Correio do Estado
Publicado em
17
Junho
2016
Mansão de dono do Colégio Nacional vai a leilão na Ilha do Boi
A mansão está registrada em nome da Sociedade Educacional Nossa Senhora do Carmo, do empresário José Sydny Riva, proprietário do Colégio Nacional. A instituição de ensino fechou as portas após vários processos judiciais contra Riva
A Justiça Federal determinou venda por leilão de uma mansão na Ilha do Boi, em Vitória, avaliada em R$ 2.662.000. O lance mínimo para participar do leilão é de R$ 1.331.000.
A casa está registrada em nome da Sociedade Educacional Nossa Senhora do Carmo, do empresário José Sydny Riva, proprietário do extinto Colégio Nacional. A instituição de ensino fechou as portas após vários processos judiciais contra Riva.
O imóvel é um sobrado e conta com 756,7 m². O pregão será realizado de forma presencial e eletrônica no dia 30 de junho, às 13 horas, na Justiça Federal, com possibilidade de lances online de qualquer lugar do país.

Processos na Justiça
O empresário já foi condenado definitivamente em seis ações penais por fraudes contra o INSS e a Receita Federal e responde a mais de 30 ações penais pela prática dos crimes de apropriação indébita previdenciária, sonegação fiscal e falsificação de documento público.
Riva já foi preso duas vezes por apropriação indébita previdenciária e cumpriu penas de prestação de serviços à comunidade no Hospital Infantil Nossa Senhora da Glória.
O leilão
O pregão acontece em parceria com a leiloeira Hidirlene Duszeiko. O leilão oferece diversos outros bens, como carros, caminhões e outros imóveis.
Para participação e oferta de lances eletrônicos os interessados deverão se cadastrar previamente no site www.hdleiloes.com.br em até 24 horas antes do leilão. Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site ou então pelo 0800-707-9272.
Fonte: Gazeta Online
Publicado em
17
Junho
2016
Justiça libera o Teixeirão para comprador fazer o que quiser
Estádio do América está penhorado em garantia de dívidas trabalhistas, que somam R$ 6,8 milhões
Há uma semana do leilão do estádio Teixeirão para pagar dívidas com ex-funcionários, a juíza titular da Vara do Trabalho de Rio Preto, Daniela Ferreira Borges, publicou uma decisão para tranquilizar possíveis interessados em arrematar a área avaliada judicialmente em R$ 35 milhões. Eventuais compradores temem herdar problemas pela lei municipal do vereador e conselheiro do clube, Dourival Lemes, e por outros boatos ventilados pelo vice-presidente Luiz Donizete Prieto, o Italiano.

A sentença responde à petição do leiloeiro Rodrigo Rigolon e garante que: “havendo arrematante, a venda judicial ocorrerá livre de quaisquer ônus, podendo este dar ao imóvel o fim que desejar, incluindo eventual demolição da construção ali existente”. A juíza desqualifica a lei de Lemes, sancionada pelo prefeito Valdomiro Lopes (PSB), em abril de 2015, um mês antes da realização do primeiro leilão da área para sanar o pagamento de 143 ações em execução coletiva, no valor aproximado de R$ 6,8 milhões, atualizado em 31 de julho de 2014.

O estádio foi penhorado em 25 de abril de 2013. A juíza cita o artigo 37 da Constituição Federal e afirma que “jamais uma lei municipal poderia ser promulgada, exclusivamente, para blindar patrimônio de devedor contumaz, em todos os ramos do Poder Judiciário.” A lei de Dourival Lemes destina o local - que seria de interesse histórico - apenas para a finalidade de práticas desportivas. A alegação do vereador é que o terreno foi doado pela Prefeitura de Rio Preto em 1975.
No entender da Justiça, a área foi transferida de forma plena ao América. E a preservação do poder histórico só seria possível em processo pelo Conselho Municipal de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Cultural e Turístico (Condephact), o que foi negado no ano passado pelo órgão. “Por ter sido promulgada, com a finalidade de desvirtuar, impedir e fraudar direitos trabalhistas já reconhecidos..., não lhe cabe validade”, diz outro trecho do despacho, que questiona a lei do município, que em outra ação, obteve na Justiça a possibilidade de demolir o Teixeirão pelo fato de a construção estar irregular.

Outro alvo da sentença é o vice-presidente Italiano, que teria debochado do valor da avaliação judicial, além de dizer que o imóvel teria sido construído sobre uma nascente de águas, numa tentativa de afastar possíveis interessados em empreender na área de 43 mil metros quadrados. “Caso o senhor Luiz Donizete Prieto prossiga nesta linha de conduta, além da seara criminal, poderá ser pessoalmente responsabilizado por ato atentatório à dignidade da Justiça” destaca a juíza na sentença.

Daniela Borges ainda determina a oficialização do Ministério Público Estadual para seu conhecimento e tomada de providências cabíveis, inclusive “eventual apuração e responsabilização das autoridades públicas.” O leilão está marcado para próxima quinta-feira, dia 23, às 11 horas. O imóvel poderá ser arrematado por no mínimo R$ 21 milhões (60% da reavaliação). Segundo a juíza, a única forma de evitá-lo será o América depositar os R$ 6,8 milhões em juízo, antes do leilão.

‘Entraremos com embargo’, diz vereador

O vereador e conselheiro do América, Dourival Lemes, ainda não havia tomado conhecimento da sentença da Justiça do Trabalho de Rio Preto, mas mantém seu discurso de que a lei tem de ser cumprida. “Com todo respeito, essa juíza não pode sobrepor a lei. Se ela existe e está em vigor, tem de ser cumprida rigorosamente. O que posso dizer é que se tiver arrematante, entraremos com embargo, agravaremos a decisão e buscaremos a 2ª instância”, disse Lemes.

O vereador afirmou que o arrematante da área ao lado do estádio, que também era do América e foi leiloada na última década, enfrenta dificuldades para liberar uma construção no local por conta de sua lei. “Mas ele deve conseguir reverter, pois quando ele comprou a lei não existia”, disse. Dourival Lemes ainda acredita que a Prefeitura deveria ter entrado no imbróglio para reaver a área doada. “Deveria ter retomado o bem, ficar responsável pelo pagamento dos processos e dar finalidade ao bem. O dono da área é o povo”, afirmou Lemes.

Já o vice-presidente do Rubro, Luiz Donizete Prieto, o Italiano, sustenta sua versão de que possui um laudo com a avaliação de R$ 121 milhões do Teixeirão. O cartola diz que ainda tentará a impugnação do leilão com base nisso e que existem nascentes de água sob o terreno. “Estou desde o começo da construção no clube, tem três nascentes e um poção de água lá. O gramado está sobre uma laje, tem um peso limite lá, por isso não pode ter show, nem caminhão entra lá porque pode afundar o gramado e acontecer uma tragédia”, disse Italiano. “A juíza que mande fazer uma perícia lá para constatar isso. Só não quero que o futuro comprador seja enganado.”
Fonte: Diário da Região
Publicado em
06
Junho
2016
Por R$ 21 milhões, você pode comprar estádio para 33 mil pessoas que teve até jogo do Brasil
Estádio Benedito Teixeira foi segunda casa para os grandes de São Paulo
Estádio Benedito Teixeira


Palco de clássicos paulistas, título do Campeonato Brasileiro e até mesmo amistoso da seleção brasileira, o Estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, pode ser comprado por apenas R$ 21 milhões. Com quase 33 mil lugares, o local foi penhorado para amortizar a dívida do América-SP. O preço avaliado para o leilão é de R$ 33 milhões, mas o valor mínimo para lance diminui consideravelmente o montante.

Curioso é que o processo se arrasta há algum tempo. A penhora foi realizada em 2013 e um leilão já foi feito em 2015, com um lance mínimo de R$ 24,6 milhões. No entanto, não houve comprador e a quantia pedida caiu neste ano. Uma nova tentativa está agendada para o dia 23 deste mês. Até o momento, nenhuma oferta foi feita.
O América-SP ainda tentou evitar a situação, propondo até mesmo abrir mão dos direitos de atletas revelados no clube, como o meia Lucas Lima, do Santos, e o atacante Luan, do Grêmio, mas a proposta foi rejeitada.
Inaugurado em 1996 em uma partida entre América-SP e São Paulo, o estádio virou uma espécie de segunda casa para os clubes da capital. Em 2004, o Santos foi campeão brasileiro no local ao vencer o Vasco por 2 a 1. Na época, Elano e Ricardinho anotaram os gols da conquista. A seleção brasileira também atuou no local em 1996, em um amistoso vencido por 8 a 2 sobre Gana.

Também conhecido como "Teixeirão", o estádio chegou a ser eleito o 6º melhor com infraestrutura do país em uma pesquisa da revista Placar realizada no início dos anos 2000.
Fonte: ESPN
Publicado em
03
Junho
2016
"Não haverá leilão do estádio", garante vice-presidente do América
Esportes
Italiano, inclusive, durante participação no programa Tempo de Jogo, debochou do valor estipulado pela avaliadora federal Rejane Maria Federizzi, que diminuiu a pedida inicial para R$ 35 milhões.
Fonte: Rádio CBN
Publicado em
20
Maio
2016
Justiça do Trabalho vai leiloar imóveis e veículos em Sorocaba Guareí e Capela do Alto
O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região em parceria com o leiloeiro Gilson Keniti Inumaru realizam leilão unificado das Varas Trabalhistas de Tietê, Itararé, Tatui e Sorocaba, no dia 02 de junho de 2016, a partir das 11:00 horas, na Justiça do Trabalho de Sorocaba e pelo site www.gilsoninumaruleiloes.com.br.

Serão leiloados imóveis em Sorocaba, Americana, Tietê, Piraju, Laranjal Paulista, Miracatu, Capela do Alto, Ilha Comprida, Guarei e Pereiras, veículos e outros bens. Para participação e oferta de lances eletrônicos os interessados deverão se cadastrar previamente no site www.gilsoninumaruleiloes.com.br em até 24 horas antes do leilão.

Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.gilsoninumaruleiloes.com.br ou então pelo 0800-707-9272.
Fonte: Blog do Toni Silva Sorocaba
Publicado em
16
Abril
2016
Justiça anuncia leilão de máquinas e imóveis em Cruzeiro do Sul
Leilão ocorre na próxima segunda-feira (18) na Cidade da Justiça. Evento é aberto ao público; primeiro leilão não teve interessados.
O Tribunal de Justiça do Acre realiza um leilão de 25 lotes de imóveis comerciais, veículos, máquinas pesadas e equipamentos diversos. O evento, aberto ao público, deve ocorrer na próxima segunda-feira (18), na Cidade da Justiça, localizada na rodovia BR -307, km - 09, em Cruzeiro do Sul, interior do estado.

O preço inicial dos lotes varia de R$ 810 a R$ 232,6 mil. Segundo o TJ-AC, os preços estão abaixo do valor de avaliação, pois no primeiro leilão não houve interessados. Informações quanto à localização dos imóveis podem ser adquiridas junto a Prefeitura de Cruzeiro do Sul.

Os interessados podem participar do pregão presencialmente ou por meio eletrônico. O evento é aberto ao público e apenas maiores de 18 anos podem dar lances.

Os compradores podem apresentar proposta de parcelamento até o início do leilão, ou entregar para a leiloeira no leilão presencial. Ofertas com pagamento à vista terão preferência sobre aquelas a prazo.

Além dos terrenos, os lotes possuem ainda um caminhão, equipamentos para a fabricação de tijolos, eletrodomésticos e produtos eletrônicos, entre outros.
Fonte: G1
Publicado em
15
Fevereiro
2016
Varas cíveis de cinco comarcas do interior promovem leilões de propriedades rurais
As varas cíveis de Riacho de Santana, Gandu, Canavieiras, Macarani e Anagé promovem, entre os dias 17 de fevereiro e 10 de março, leilões presenciais de quatro fazendas e de um sítio no interior da Bahia.

Os leilões acontecem em datas específicas em cada comarca e os preços variam entre R$ 300 mil a R$ 1,1 milhão, em propriedades com áreas que vão de 19 a 225 hectares.

Veja abaixo a lista dos bens.

Dia 17/02 – Fazenda com 80 hectares, em Riacho de Santana
Valor avaliado: R$ 480 mil

Dia 23/02 – Fazenda com 130 hectares, em Gandu
Valor avaliado: R$ 1,1 milhão

Dia 24/02 – Fazenda com 225 hectares, em Canavieiras
Valor avaliado: R$ 675 mil

Dia 25/02 – Fazenda com 193 hectares, em Macarani
Valor avaliado: R$ 760 mil

Dia 10/03 – Sítio com 19 hectares, em Anagé
Valor avaliado: R$ 300 mil
Fonte: Texto: Ascom TJBA
Publicado em
13
Fevereiro
2016
Imóveis penhorados pela justiça vão a leilão, em Cachoeiro, no Sul do Espírito Santo
Fonte: G1
Publicado em
19
Novembro
2015
Justiça Federal realiza leilão com mais de 40 itens, em Manaus
Entre os bens, estão carros, caminhões, pedras preciosas e outros. Leilão inicia as 10h desta quinta-feira (19), na sede da Justiça Federal.
Varas Federais do Amazonas realizam um leilão judicial, na manhã desta quinta-feira (19). Ao todo, 41 bens são leiloados a partir das 10h, na sede da Justiça Federal do Amazonas, na Avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul de Manaus.

O leilão é da 5ª vara de execução fiscal, 2º vara criminal e 7º vara ambiental e agrária. Entre os 41 bens disponíveis para arremate, estão carros, caminhões, prédios, terrenos, máquinas e equipamentos industriais, além de pedras preciosas, que poderão ser leiloados por lance igual ou superior ao valor da avaliação.
Os lances podem ser realizados em modalidade presencial e eletrônico, simultaneamente. Os bens não arrematados nesta manhã, voltarão a ser leiloados no dia 3 de dezembro, também a partir das 10h pelo lance mais alto. Segundo a assessoria de imprensa da Justiça Federal, lances inferiores a 50% da avaliação do bem não serão considerados.
Fonte: G1
Publicado em
24
Outubro
2015
Cinco anos após sequestro, Justiça leva mansões de traficante a leilão
Próximo ao Parque das Nações Indígenas, oito sobrados do residencial Gardênia, no Bairro Cidade Jardim, estão no leilão judicial (Foto: Marcos Ermínio)

Confiscados pela Justiça em 2010, sobrados de um condomínio que pertenceu ao traficante conhecido como João Jacaré vão a leilão na próxima quinta-feira (29), em Campo Grande. Um dos imóveis já foi vendido no primeiro certame. O conjunto deve render cerca de R$ 1,8 milhão, pois cada casa tem lance inicial de R$ 210 mil. Há outras três residências na cidade, avaliadas em cerca de R$ 1 milhão cada, que também serão colocados à venda, conforme o desenrolar do processo, segundo o juiz da 3ª Vara Federal, Odilon de Oliveira.

João Freitas de Carvalho é acusado de envolvimento no tráfico de cocaína da Bolívia para o Brasil, atuando como piloto, e de lavagem de dinheiro por meio dos bens, que incluem carros de luxo, jet ski e aeronave, já confiscados e vendidos. O acusado foi preso em 2003, mas fugiu depois de passar para o semiaberto e foi preso novamente, quando pilotava avião com maconha, na Argentina, em 2011. No entanto, não voltou para regime penitenciário brasileiro e pode estar até morto, segundo Odilon. “Há boatos de que ele já morreu assassinado ou em queda de avião, mas nada confirmado”, comentou.

Um dos bens que foram do traficante, avaliados em cerca de R$ 6 milhões no total, é uma casa de alto padrão no condomínio Nasa Park, em Campo Grande, que já foi leiloada. O imóvel chegou a ser usado para festas patrocinadas por parentes de Jacaré, quando já estava nas mãos da Justiça, em 2008. No fundo da piscina da casa, o traficante mandou colocar o desenho de um avião, o meio usado para ganhar dinheiro no mundo do crime.

Condomínio – Oito sobrados do residencial Gardênia, que fica na rua de mesmo nome, no Bairro Cidade Jardim, estão no leilão judicial que ocorre na próxima quinta-feira (29), às 9h, na Justiça Federal, no Parque dos Poderes. O condomínio fica próximo ao Parque das Nações Indígenas, região nobre da cidade.

Conforme a leiloeira Maria Fixer, quem arrematar sobrado do residencial Gardênia deve dar sinal de 30% e a comissão da leiloeira, que é de 5% do valor total. O restante pode ser pago em 15 dias corridos ou parcelado em 12 vezes.

Os imóveis são administrados por uma empresa, contratada pela Justiça, que aluga e realiza os leilões. A compra de um desses bens não representa risco, de acordo com Odilon. “Quem compra não tem ônus nenhum e não tem como perder a casa. O leilão nunca é desfeito, porque o valor fica em lugar do bem. Se o acusado for absolvido no STF (Supremo Tribunal Federal), ele não recebe de volta o bem, ele recebe o dinheiro”, explica o juiz.

Temor - Morar na casa que pertenceu a um traficante não desperta medo nos interessados, pelo menos, não na Capital. Odilon conta que se desfazer de bens como esse é difícil ou até impossível, na região de fronteira. Quando isso ocorre, os prédios são cedidos para o poder público, como é o caso do quartel da Secretaria de Segurança Pública de Ponta Porã, cedido há mais de cinco anos.

“Já chegamos a vender dois imóveis em Ponta Porã, em que os compradores sofreram ameaça e foram despejados à bala. Mas tem um prazo para a pessoa contestar o leilão e teve caso em que mesmo depois desse prazo, eles conseguiram desfazer a compra e ter o dinheiro de volta”, conta Odilon, sem dar detalhes sobre os proprietários, que tiveram os bens sequestrados.
Fonte: CAMPO GRANDE NEWS
Publicado em
14
Outubro
2015
OS CARROS DO EX - CONTADOR DA CÂMARA DE CACHOEIRO DO SUL, ESTÃO AVALIADOS EM 94 MIL REAIS
A Justiça estadual vai realizar, amanhã, (15), o leilão de quatro veículos apreendidos do ex-contador da Câmara de Vereadores de Cachoeiro de Itapemirim, Hélio Grechi Roza, condenado por atos de corrupção. Ele foi sentenciado a mais de 16 anos de prisão por desvio de dinheiro público. Os veículos avaliados em R$ 94 mil foram apreendidos durante a Operação Parlamento Rosa, deflagrada em outubro de 2013. As investigações apontaram um rombo de R$ 2 milhões no erário pelo esquema de desvio de recursos públicos na folha de pagamentos da Casa.

SAIBA MAIS:
O leilão acontece na sede da Associação Comercial de Cachoeiro de Itapemirim (Acisci), que fica localizada no bairro Guandu, a partir das 9 horas. Os veículos fazem partes dos lotes 02 a 05: Toyota Corolla XEI 1.8, ano 09/10, avaliado em R$ 36 mil e cujo lance inicial é de R$ 28,8 mil; Volkswagen New Beetle importado, 07/07 (avaliado em R$ 28 mil e tem lance mínimo de R$ 22,4 mil); Peugeot 307 16, 07/08 (avaliado em R$ 17 mil e tem lance inicial de R$ 13,6 mil); e um Chevrolet Celta 1.0 LS, 12/12 (avaliado em R$ 13 mil e tem lance mínimo de R$ 10,4 mil). Caso os valores mínimos não sejam atingidos, um novo leilão acontecerá no próximo dia 29. O valor recolhido no leilão será reincorporado ao erário municipal.

Na denúncia inicial, a promotoria do município sustentou que o ex-contador da Câmara teria “arregimentado um exército de co-autores, atuando em franca progressão criminosa, o que demonstra de maneira inequívoca a sua personalidade voltada para a prática de crimes e a forte possibilidade de reiteração criminosa”. O esquema de fraudes no pagamento de tributos e contribuições previdenciárias, cujos recursos acabavam desviados para as contas de terceiros, teria ocorrido entre os anos de 2005 a 2009 e no período entre 2012 e 2013.

Além da ação penal, o Ministério Público ajuizou uma ação de improbidade contra o ex-contador e mais oito pessoas – entre parentes de Hélio Grechi, empresários e supostos laranjas – para cobrar o ressarcimento integral dos valores desviados. A denúncia já foi recebida pela Justiça estadual, que determinou a indisponibilidade dos bens de todos os acusados.

A Operação Parlamento Rosa foi deflagrada em outubro de 2013 com o objetivo de colher mais documentos sobre o esquema de irregularidades na folha de pagamento da Câmara de Cachoeiro. Ao todo, nove pessoas foram presas, entre elas, servidores da Casa. Segundo as apurações, o então contador teria utilizado o dinheiro público para realizar uma série de negócios, como a compra de veículos, máquinas pesadas, imóveis e até cabeças de gado. A notícia da denúncia partiu do atual presidente da Casa, Júlio Ferrari (PV), que solicitou a abertura das investigações.
Fonte: FOLHA ES
Publicado em
30
Setembro
2015
Leilão de veículos apreendidos será realizado em Araxá
Evento acontece no próximo dia 7 no salão de convenções do Sesc. Mais de 400 veículos entre sucata e recuperáveis estarão disponíveis.
O Departamento de Trânsito de Minas Gerais em conjunto com o leiloeiro oficial José Rodovalho, divulgaram a data do leilão de veículos apreendidos em Araxá. O evento acontece no dia 7 de outubro, no Salão de Convenções do Sesc de Araxá, localizado na rua Dr. Edmar Cunha, 150, Bairro Santa Terezinha.
Serão leiloados mais de 400 veículos. A maioria não serve para uso, porém, cerca de 80 são recuperáveis. A visitação dos bens estará aberta para os interessados de 2 a 5 de outubro, das 9h às 17h, nos seguintes endereços:
Pátio 60 – Auto Socorro Souza e Silva Remoções e Guarda, Av. Amazonas, 229, Bairro São Geraldo; Pátio 32 – Auto Socorro 24 horas Araxá, Rua Argentina de Oliveira Ferreira, 215, Bairro Vl. Fertiza e Pátio 247 – Auto Socorro MM, Rua Thomaz de Lima, 200, Bairro Pedra azul.
O edital e mais informações estão disponíveis no site oficial do leilão.
Fonte: G1
Publicado em
22
Setembro
2015
Leilão judicial em Araruama, RJ, terá parceria da Caixa para empréstimos
Iniciativa faz parte da Semana Nacional de Execução Trabalhista. Leilão será na sexta (25) e também atente Iguaba Grande e Saquarema.
Acontece na próxima sexta-feira (25) em Araruama, na Região dos Lagos do Rio, o Leilão Judicial que encerra a Semana Nacional de Execução Trabalhista. O evento anual terá um diferencial neste ano. Quem se interessar em adquirir os bens disponíveis vai poder fazer um empréstimo com a Caixa Econômica Federal (CEF) para complementar o valor do bem arrematado. A possibilidade é resultado de uma parceria do Fórum Trabalhista de Araruama, que também atende as cidades de Saquarema e Iguaba Grande, com a Agência da CEF local.
De acordo com o Diretor do Fórum Trabalhista de Araruama, Luiz Carlos Barbosa, no leilão estarão disponíveis para compra bens móveis, como carros, computadores, televisores e imóveis, como casas e terrenos.
O primeiro leilão vai acontecer a partir das 10h, com lance mínimo igual ou superior ao valor da avaliação. No segundo leilão, que acontece a partir das 11h, as aquisições serão por maior oferta, desde que não sejam considerados "preço vil".
Empréstimo
Segundo informações da Caixa Econômica Federal, para que seja feita a avaliação do crédito pretendido, os interessados devem apresentar os seguintes documentos: RG, CPF, Comprovante de Renda e Comprovante de Residência.
Ainda de acordo com o banco, o número de parcelas, taxa de juros e valor concedido variam de acordo com a capacidade de pagamento de cada cliente e das características da modalidade de empréstimo contratada.
A avaliação de crédito pode ser feita antecipadamente, na agência da Caixa de Araruama, ou no dia do leilão, no Fórum Trabalhista.
O Fórum Trabalhista de Araruama fica na Rua Cesar Marques Carvalho, nº 200, no centro da cidade.
Fonte: G1
Publicado em
17
Julho
2015
TRT realiza leilão de bens penhorados em Franca
Imóveis, carros e terrenos serão leiloados com lances presenciais e online
O Tribunal Regional do Trabalho realiza, no próximo dia 28 de julho, o leilão unificado das Varas Trabalhistas, com bens penhorados pelas Varas de São José do Rio Pardo, Franca, São Carlos, Taquaritinga, Ribeirão Preto, Sertãozinho, Ituverava e Cravinhos.
O leilão conta com 33 lotes entre imóveis comerciais, urbanos e rurais, veículos, máquinas, equipamentos e diversos outros bens. Os lances poderão ser presenciais, na Justiça do Trabalho de Ribeirão Preto, e on-line pelo site www.dinizmartinsleiloes.com.br e www.leiloesjudiciais.com.br. O leilão conta com lotes entre imóveis comerciais, urbanos e rurais, veículos, máquinas, equipamentos e diversos outros bens.
Segundo a leiloeira responsável, Franca conta com 24 bens que envolvem imóveis, terrenos, carros e lotes com máquinas. Para participação presencial, o interessado deve comparecer no dia do leilão com uma hora de antecedência, munido de documentos pessoais e comprovante de residência.
Entro os bens penhorados em Franca, chama a atenção o terreno de 907,50m² localizado na Av. Brasil. O lance mínimo em uma das leiloeiras é de R$680 mil, porém com avaliação de R$850 mil
Para a participação e oferta de lances eletrônicos os interessados deverão se cadastrar em até 24 horas antes do início do leilão, através do site www.dinizmartinsleiloes.com.br. Interessados podem obter informações mais detalhadas no portal da leiloeira ou então pelo 0800-707-9272.

Saiba mais sobre os leilões
As penhoras dos bens são realizadas por oficiais de justiça. Atualmente, os oficiais trabalham com câmeras fotográficas, para documentar as condições dos bens no momento da penhora.
Antes de os bens serem levados a leilão, são analisadas as informações e os valores de avaliação e lance mínimo. Quando há itens relevantes, ou cujo valor de venda pode ser diferente do que o que foi previsto, o magistrado determina uma nova diligência, para reavaliar o bem, e às vezes até pode participar da ação junto com o oficial de justiça.
Todos os leilões são presididos por um dos magistrados integrantes da Comissão de Hastas Públicas, responsáveis por solucionar eventuais dúvidas e conflitos.
Todos os lotes podem ser visualizados nos sites www.dinizmartinsleiloes.com.br e www.leiloesjudiciais.com.br.
Fonte: Diário da Franca
Publicado em
09
Julho
2015
Justiça Federal realizará leilão de bens no dia 17 em Porto Velho
Entre os bens leiloados, há imóveis comerciais e urbanos da capital. Veículos e diversos outros objetos também estão incluídos nos lotes.
A Justiça Federal de Rondônia realizará no próximo dia 17 de julho um leilão de imóveis comerciais, urbanos e industriais localizados em Porto Velho. Além disso, veículos e outros bens, como TVs também estão incluídos nos lotes. O leilão está programado para ocorrer no fórum, a partir de 9h, e será aberto à comunidade.

Para participar não é necessário fazer cadastro prévio. Os interessados devem comparecer ao local do leilão com documentos pessoais para pessoa física. Já para pessoa jurídica, os documentos necessários são o contrato social com procuração assinada.

Os bens poderão ser parcelados com base na lei da seguridade social que dispõe que, em caso de bens imóveis, o parcelamento máximo seja de 60 prestações iguais, no valor mínimo de R$ 500,00. Já para bens móveis, as parcelas podem ser divididas em até 24 meses.

O fórum fica localizado na avenida Presidente Dutra, 2203, centro de Porto Velho. O edital do leilão pode ser consultado no site da leiloeira oficial Elaine Pinheiro.
Fonte: G1
Publicado em
18
Junho
2015
Leilão tem avião por R$ 15 mil e SUV a partir de R$ 3 mil
Bens foram apreendidos do tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul
Leilão da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) recebe, até dia 29 de junho, lances para veículos, sucatas e até aeronaves apreendidas do tráfico de drogas em Mato Grosso do Sul.

Entre os 66 lotes, destaca-se sucata de avião Embraer-711 de 1976, que pode ser arrematado por R$ 14 mil. Outro destaque é o utilitário esportivo Hyundai Tucson, ano 2006, com lance mínimo de R$ 3 mil.

Há veículos bem conservados, como um Fox, cor vermelha, ano/modelo 2004/2005, que abriu o remate à R$ 2 mil e uma motocicleta Honda/Fan, ano/modelo 2011, com preço inicial de R$ 750. É possível arrematar também um microônibus da Mercedes-Benz por R$ 1 mil ou uma Ford Ranger 01/01 por R$ 2 mil.

LEILÃO

O pregão totalmente eletrônico segue até o próximo dia 29 de junho às 18 horas, no horário de Brasília (DF), pelo site www.leiloesjudiciais.com.br. Os interessados podem visitar os bens a serem arrematados entre os dias 24 e 26 de junho, no horário comercial, nos pátios das unidades onde estão depositados - Av. Tamandaré, 1066, Vila Planalto.
Fonte: Jornal Correio do Estado
Publicado em
16
Junho
2015
Estádio Teixeirão já está em site de leilão
Estádio Teixeirão a leilão
Estádio Teixeirão já está em site de leilão

Notícia revelada agora é muito triste, principalmente para os torcedores do América e rio-pretenses amantes de futebol. O estádio “Teixeirão” já está em site de leilão e, pelo visto, o fim está próximo.

Tudo isso está acontecendo pela falta de garantias do América em quitar as 130 ações trabalhistas e, dessa forma, a juíza Daniela Renata Rezende Ferreira Borges, responsável pelo Núcleo de Execuções do Fórum Trabalhista em Rio Preto, determinou o leilão do estádio. A dívida chega a R$ 6 milhões e é claro que o time não tem condições de pagar.

O estádio, segundo o site Gilson Inumaru Leilões, está avaliado em R$ 41 milhões e o lance mínimo é de um pouco mais que R$ 24,6 milhões.
Fonte: Blog do Catan
Publicado em
12
Junho
2015
Justiça do Trabalho marca para 25 de junho o leilão do estádio do América
O lance mínimo para arrematar o Teixeirão, segundo a Justiça, é de R$ 24,6 milhões
Estádio Teixeirão

A Justiça do Trabalho de Rio Preto marcou para o dia 25 deste mês, às 13 horas, o leilão do estádio do América, o Teixeirão, para sanar uma dívida de R$ 6 milhões em 130 ações movidas contra a agremiação por ex-funcionários. O imóvel está avaliado judicialmente em R$ 41,1 milhões e o lance mínimo é de 60% desse valor (R$ 24,66 milhões). O lance ainda poderá ser parcelado mediante a entrada de 30% do valor arrematado. “Vamos fazer de tudo para evitar, mas, se o leilão acontecer, talvez seja bom para o América.

Tenho uma avaliação do estádio de R$ 123 milhões”, disse o presidente do Rubro, José Carlos Pereira Neto, o Zé Branco. Na próxima semana, a direção americana vai tentar suspender a praça. “Regularizamos o alvará de construção e na próxima semana, terça ou quarta-feira, entraremos com pedido de registro na Prefeitura. A avaliação de R$ 412 milhões é só do terreno. Vamos contestar, pedir nova avaliação e a suspensão do leilão”, informou o vice-presidente do Rubro, Luiz Donizete Pietro, o Italiano.

Dirigentes americanos prometem unir forças com os simpatizantes do clube para pedir ajuda ao poder público. A primeira investida do presidente da Câmara de Vereadores, Fábio Marcondes (PR), requerendo que a Prefeitura entre no processo junto à Justiça do Trabalho, e pedindo ao cartório para fazer constar restrições na escritura da área, não surtiu efeito. A Procuradoria Geral do Município informou que “o poder público não tem como evitar o leilão do Teixeirão, por se tratar de um bem privado. Pois, a área foi doada ao clube há décadas.”

O presidente do Rubro ainda respondeu a declaração do conselheiro do Rio Preto, José Eduardo Rodrigues, de que o Jacaré poderia participar do leilão, com a única finalidade de extinguir o rival. “Ele ofendeu a família americana ao falar que sempre dependeu do dinheiro público. Ele foi eleito vereador com votos de americanos. Deu prejuízo em todo órgão que trabalhou, Dersa, Metrô, CDHU”, disse Zé Branco. “Poderia cuidar apenas do Rio Preto. Foi uma declaração infeliz, mostra que está desequilibrado”, emendou.

Na audiência conciliatória, na quarta-feira, Zé Branco não apresentou nada que convencesse a juíza Daniela Renata Rezende Ferreira Borges a evitar o leilão. O cartola ofereceu 600 cadeiras cativas do estádio no valor de R$ 4 mil cada, e deu a palavra de que reverteria todo dinheiro que poderá entrar no caixa como direito de clube formador dos jogadores Lucas Lima, do Santos, e Luan, do Grêmio. Eles defenderam o América nas edições de 2008 e de 2012 da Copa São Paulo de Juniores, respectivamente. O leilão receberá lances eletrônicos e os interessados devem acessar o site: www.gilsoninumaruleiloes.com.br para fazer o cadastro até 24 horas antes.
Fonte: Jornal Diário da Região de São José do Rio Preto
Publicado em
04
Junho
2015
Juiz manda bens de condenados na 'Barbárie de Queimadas' a leilão na PB
Motos de luxo avaliadas em R$ 50 mil e outros bens serão leiloados. Sete homens e três adolescentes foram condenados por crime de 2012.
Serão leiloadas as motos de luxo e outros bens dos irmãos condenados pelo "estupro coletivo" de Queimadas, ocorrido no município do Agreste paraibano em 2012. A sentença assinada pelo juiz Antônio Ribeiro Júnior determinou que os bens devem ir a leilão para que o dinheiro seja destinado a indenização de familiares da vítima Michelle Domingos. No crime, ela e Izabela Pajuçara foram assassinadas, após sofrerem violência sexual junto com outras três mulheres.

As motocicletas foram avaliadas em R$ 50 mil, enquanto capacetes e reboques de transportar cavalos devem ser reavaliados e leiloados. Cavalos de raça também pertencens aos irmãos já foram leiloados por R$ 50 mil.

Segundo o advogado da família de Izabela Pajuçara, não cabe mais recurso da decisão proferida pelo magistrado da comarca de Queimadas. "Já houve o trânsito em julgado da sentença e não houve recurso. Aguardamos agora somente a nova avaliação dos bens", afirmou o advogado Francisco Pedro.

Sete homens e três adolescentes foram condenados por participação no crime. Os adolescentes já cumpriram medida sócio-educativa no Lar do Garoto, no município de Lagoa Seca, Agreste do estado. Os adultos cumprem pena no Presídio PB1, em João Pessoa.

Relembre o caso

No dia 12 de fevereiro de 2012, cinco mulheres foram estupradas e duas delas - a professora Isabela Pajuçara e a recepcionista Michelle Domingos - foram assassinadas na cidade de Queimadas, no Agreste da Paraíba. Elas estavam em uma festa de aniversário em uma casa com dez homens.

Conforme as investigações da Polícia Civil e a denúncia feita pelo Ministério Público da Paraíba, os estupros foram planejados pelos irmãos Luciano e Eduardo dos Santos Pereira, que teriam chamado amigos para abusar sexualmente das mulheres convidadas para a festa de aniversário de Luciano. Segundo informações contidas no processo, o estupro coletivo seria um “presente” para o aniversariante.

Os irmãos teriam simulado a chegada de assaltantes na casa e usado máscaras e capuzes para não serem reconhecidos. Duas das vítimas, no entanto, teriam conseguido reconhecer as pessoas que as violentavam e, por isso, foram tiradas da casa e executadas. Michelle foi morta com quatro tiros em uma rua central da cidade e Isabela foi assassinada com três tiros na estrada para Campina Grande.
Fonte: G1
Publicado em
03
Junho
2015
Leilão das Varas Federais de Execução Fiscal da Justiça Federal de Vitória arrecada 800 mil reais
As Varas Federais de Execução Fiscal de Vitória realizaram, no dia 2 de junho, no auditório da Justiça Federal, a segunda praça de leilão de bens penhorados em seus processos.

Dos 135 lotes que estavam inicialmente na pauta, 48 foram cancelados, devido a acordo entre as partes, pagamento de dívidas, dentre outros. Os 25 lotes que foram arrematados superaram R$ 800.000,00 de arrecadação.
Fonte: Núcleo de Comunicação Social e Relações Públicas da Justiça Federal do Espírito Santo
Publicado em
16
Março
2015
Tribunal Regional do Trabalho realiza leilão unificado
Ribeirão Preto, 16 de março de 2015 – O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região em parceria com o leiloeiro Gilson Keniti Inumaru, realizam no próximo dia 24 de março, a partir das 11:00 horas, na Justiça do Trabalho de Ribeirão Preto, leilão unificado das Varas Trabalhistas de Araraquara, Batatais, Jaboticabal, Pirassununga, são Carlos, São Joaquim da Barra e Taquaritinga. O leilão conta com 19 lotes entre imóveis comerciais, urbanos e rural em em varias cidades do estado de São Paulo, além de veículo e outros bens.
Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.gilsoninumaruleiloes.com.br ou então pelo 0800-707-9272.
Para participação e oferta de lances eletrônico os interessados deverão se cadastrar previamente no site www.gilsoninumaruleiloes.com.br em até 05 dias antes do leilão. Informações mais detalhadas pelo site www.gilsoninumaruleiloes.com.br ou então pelo 0800-707-9272.
Fonte: Jornal Tribuna Ribeirão
Publicado em
10
Março
2015
Tribunal Regional do Trabalho realiza Leilão Unificado
O Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região em parceria com o leiloeiro Diniz Martins, realizam no próximo dia 17 de março, a partir das 11:00 horas, na Justiça do Trabalho, leilão unificado das Varas Trabalhistas de Catanduva, Fernandópolis e Olímpia. O leilão conta com 17 lotes entre imóveis comerciais, rurais e urbanos em Catanduva, Fernandópolis, Olímpia e região, além de veículos.

Como destaque do pregão será leiloado um imóvel comercial com 7.319m² de área de terreno com motel com 13 apartamentos, 03 suítes, lavanderia, recepção, churrascaria com salão, campo de bocha e parque infantil, posto de combustível, borracharia e escritórios. Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.dinizmartinsleiloes.com.br ou então pelo 0800-707-9272.


Para participação e oferta de lances eletrônico os interessados deverão se cadastrar previamente no site www.dinizmartinsleiloes.com.br em até 05 dias antes do leilão.
Fonte: Site Catanduva na Net
Publicado em
10
Fevereiro
2015
Justiça Estadual de São Paulo realiza leilão
Serão dois dias de oportunidades, 13 de fevereiro e 05 de março.
A Justiça Estadual de São Paulo em conjunto com o leiloeiro oficial Carlo Ferrari realizam leilão eletrônico nos dias 13 de fevereiro e 05 de março de 2015, a partir das 15:00 horas, com lances online de qualquer lugar do país, pelo site.

No certame, serão leiloados terrenos em São Sebastião e apartamento em São Paulo, entre outros. Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.leiloesjudiciais.com.br/sp ou então pelo 0800-707-9272.
Fonte: Site Último Instante
Publicado em
05
Fevereiro
2015
Imóveis serão leiloados pela Justiça Estadual de MS
Para quem está procura da casa própria, o Leila de imóveis que será realizado pela Justiça Estadual de Campo Grande em conjunto com a leiloeira oficial Aparecida Maria Fixer, pode ser uma boa oportunidade.

Os leilão eletrônico será realizado entre os dias 10 e 24 de fevereiro de 2015, com encerramento às 13:00 horas.

Os lances devem ser online, e podem ser feitos de qualquer lugar do país através do site www.leiloesjudiciais.com.br/ms.

No evento, serão leiloadas casas em Campo Grande.

Serviço:
Interessados podem obter informações mais detalhadas pelo site www.leiloesjudiciais.com.br/ms ou então pelo 0800-707-9272.
Fonte: Kemila Pellin - Site Capital News
Publicado em
20
Janeiro
2015
Dívida de conta de água pode levar hospital a leilão em Corumbá, MS
Lances podem ser feitos até a próxima sexta-feira (23). Dívida atualizada está em R$ 12 milhões, diz prefeitura.


Parte do único hospital público de Corumbá, a 415 quilômetros de Campo Grande, pode ser leiloado para quitar dívidas com a Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul). Os lances podem ser feitos até a próxima sexta-feira (23) pela internet, onde há fotos do hospital que possui cerca de 400 mil metros quadrados.

Segundo a prefeitura do município, o hospital tem uma dívida atualizada em R$ 12 milhões com a Sanesul, pelo serviço de fornecimento de água.

O prédio terá algumas partes leiloadas, já que um pedaço do terreno será desapropriado pela prefeitura para se tornar propriedade do município e evitar que todo o terreno seja comprado. A decisão foi tomada pela Justiça Estadual após várias tentativas de negociação.

Ainda de acordo com o procurador-geral adjunto do município, Marcelo Dantas, a desapropriação ocorre nos próximos três dias. A dívida foi contraída quando o hospital ainda era administrado pela Associação Beneficente Corumbaense (ABC) antes da intervenção da justiça coordenada pelo Ministério Público Estadual (MPE), iniciada em maio de 2010 e vigente até hoje.
Fonte: G1
Publicado em
20
Janeiro
2015
Operação Denarius; Justiça leiloa mais 2 mil cabeças de gado apreendidos
Justiça leiloa duas mil cabeças de gado apreendidas durante a Operação Denarius. Leilão acontece entre nos dias 21 de Janeiro e 2 de Fevereiro.
Nos dias 21 de janeiro e 02 de fevereiro de 2015, às 14:00 horas, no Fórum de Alta Floresta/MT e pelo site:www.leiloesjudiciais.com.br/mt,serão levados a leilão mais de 2.000 cabeças de gado, entre bezerras, novilhas, garrotes, vacas, bois e touros,apreendidos em dezembro de 2014, na operação “Denarius”,destinada acombater o tráfico internacional de drogas.

gado

A frente desta operação está o Juiz Federal Sérgio Moro, também responsável pela Operação Lava Jato, que investiga um grande esquema de lavagem e desvio de dinheiro. A ação desarticula uma organização criminosa com base em Umuarama/PR, que adquiria cocaína no Peru e Bolívia e a enviava para o Brasil e posteriormente a Europa.

Com as investigações,foramidentificadas uma ampla rede internacional de narcotráfico, que enviava os carregamentos de cocaína do Brasil para a Europa e recebiam por isso grandes somas de dinheiro estrangeiro, principalmente Euros, que eram entregues a uma rede de operadores ilegais de câmbio em São Paulo e Umuarama, os quais realizavam a “lavagem de dinheiro”, transformando esses euros e dólares em reais que eram aplicados prioritariamente na aquisição de imóveis, cabeças de gado, veículos e aeronaves, além de financiar um estilo de vida suntuoso.
Fonte: CBN Foz do Iguaçu/PR
Publicado em
05
Dezembro
2014
Leilão Justiça Estadual de Vitória
Fonte: www.radiojustica.jus.br
Publicado em
02
Dezembro
2014
26 imóveis de devedores de tributos são leiloados
Os sete imóveis situados em Vitória que têm proprietários que estão em débito com o Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) e que foram disponibilizados para leilão pela Vara de Execução Fiscal Municipal da Capital nesta segunda, dia 1º de dezembro, não foram arrematados, quer dizer, não foram vendidos. Mas a proposta, de realização de acertos tributários, foi alcançada, pois foram feitos acordos referentes a cinco dos sete imóveis. O terreno de uma chácara e um sobrado não foram vendidos.

Segundo a leiloeira oficial Hidirlene Duszeiko, 110 pessoas compareceram ao leilão, que também abrangeu imóveis de outros munícipios, pois foi realizado em conjunto com a 1ª e 2ª Varas da Fazenda Pública Estadual e Privativa das Execuções Fiscais, Vara de Execução Fiscal Municipal de Vitória e 52ª Zona Eleitoral. Do total de 60 imóveis localizados nas cidades de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica e Viana, 26 deles foram arrematados, totalizando R$ 2.279.535,00. Os imóveis foram penhorados em execuções fiscais devido a dívidas de multa, Imposto Predial e Território Urbano (IPTU), Serviços de Qualquer Natureza (ISS) e de Transmissão de Bens Imóveis Inter-Vivos (ITBI).

Novo leilão está agendado para março de 2015, nos mesmos moldes dos que ocorreram no dia 7 de novembro e 1º de dezembro.

Houve disputa em alguns lotes, exemplifica a leiloeira: “uma casa no bairro Ilha do Boi, que tinha lance inicial de R$ 600 mil, foi arrematada por R$ 800 mil; e uma casa no município de Viana, que tinha lance inicial de R$ 2.500,00, saiu por R$ 10.100,00. Também houve disputa por um veículo Toyota Corolla, que de R$ 30 mil saiu por R$ 43 mil”.

O juiz titular da 1ª Vara da Fazenda Pública Estadual, Privativa das Execuções Fiscais, José Luiz da Costa Altafim, destacou que o leilão referente aos bens disponibilizados pela referida Vara teve sucesso e que foram arrecadados mais de R$1.200.000,00, valor esse que será revertido em favor do Estado do Espírito Santo.

Os imóveis que não foram arrematados voltam a leilão em outra ocasião, sendo que os juízes podem pedir reavaliação de valores e até mesmo substituir os bens de penhora, se não considerar, após nova avaliação, que o bem é atrativo.

Tramitação

Hoje, há mais de três mil mandados de penhora em tramitação na Vara de Execução Fiscal Municipal de Vitória, por falta de pagamento de IPTU. “O IPTU é uma dívida do imóvel, portanto, o bem ‘responde’ pelas dívidas. O ideal é procurar a prefeitura para renegociar a dívida, porque a pessoa, além de ter uma execução judicial, também fica com o nome negativado do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC)”, afirma o magistrado, que ressalta ainda que o dono do imóvel também deve, além do valor do imposto, quitar custas processuais e honorários advocatícios. “Se for até a Prefeitura e parcelar, vai acertar sua situação tributária e se livrar destas constrições”, informou do titular da Vara, juiz Anselmo Laranja.

O magistrado observa que mesmo sendo um bem de família, o imóvel pode ir a leilão, mesmo tendo pessoas da família morando nele. “Se o juiz der imissão de posse ao adquirente no leilão, as pessoas têm que sair. Não adianta alegar que é um bem de família, conforme a lei 8009/90, que dispõe sobre a impenhorabilidade, em seu artigo 3º, inciso IV”. Se ocorrer a quitação do valor do Imposto, à vista, o imóvel é liberado da penhora. Se for parcelado, não é liberado de imediato, só ao final do pagamento das parcelas. O objetivo é realizar três leilões por ano.
Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Espírito Santo
Publicado em
21
Novembro
2014
Por dívidas de IPTU, imóveis serão leiloados em dezembro
Sete imóveis de Vitória serão leiloados em dezembro devido à dívidas do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Juntos, os imóveis estão avaliados em R$ 525 mil e serão leiloados por débitos que se acumulam há cerca de 15 anos. Segundo o titular da Vara de Execução Fiscal Municipal de Vitória, juiz Anselmo Laranja, os débitos de todos os impostos municipais da Capital somam R$ 1,3 bilhão, valor que representa a soma dos processos da vara.

Serão leiloados um sobrado, dois terrenos e quatro salas comerciais, em bairros como Centro, Fonte Grande e Bela Vista. Somente um terreno na Fonte Grande está avaliado em R$ 380 mil, mas o lance mínimo é de 50% do valor. Mesmo que haja moradores, o imóvel será leiloado. Uma dívida de um imóvel que vai a leilão era de R$ 574 em 1999, mas já saltou para R$ 24 mil.
Fonte: CBN VITÓRIA/ES
Publicado em
16
Setembro
2014
Leilão da Justiça do Trabalho em Campo Grande terá imóvel avaliado em R$ 2,6 milhões
O lance mínimo para a edificação mais cara dentre os lotes oferecidos é R$ 1,6 milhão
A Justiça do Trabalho de Campo Grande realizará leilão eletrônico no próximo dia 24, a partir das 9h. Dentre os imóveis leiloados está uma edificação de dois andares totalizando 1.754,56m², num terreno com 889m², localizado na Rua 14 de Julho,Vila Santa Dorotheia, na Capital. O imóvel, avaliado em R$ 2,8 milhões, terá o lance mínimo de R$ 1,6 milhão. Na ocasião, também serão leiloados veículos, implementos agrícolas e outros bens.
Uma casa na Rua dos Barbosas, Vila Aurora, avaliada em R$ 285 mil terá lance mínimo de R$ 171 mil. Um imóvel na Rua Vinte e Nove, Bairro Aero Rancho, avaliado em R$ 65 mil terá lance de R$ 39 mil, enquanto uma edificação na Rua Anselmo Selingardi, no Dom Antônio Barbosa, avaliada em R$ 56,8 mil, terá lance de R$ 34 mil.
Um terreno de 375m², localizado na Rua Martine de Moraes, Bairro Rita Vieira, está avaliado em R$ 40 mil e o lance mínimo é de R$ 24 mil. Já um terreno com 569,91m² no cruzamento das ruas Antônio Garcia de Freitas e Orlandina Oliveira Lima, Bairro Oliveira 1, avaliado em R$ 24,5 mil terá lance de R$ 14,7 mil.
Nos lotes constam um veículo Parati com lance de R$ 6 mil, um furgão com lance de R$ 5 mil e um caminhão por R$ 11 mil. Serão leiloados também pipas reboques para transporte de água, formas para execução de meio-fio, ar-condicionado, armários de aço, mesas e cadeiras.
Clique aqui para informações sobre o leilão.
Fonte: Correio do Estado
Publicado em
21
Julho
2014
Prédio da Circular tem lance abaixo do estipulado e leilão é suspenso
Garagem da antiga concessionária do transporte coletivo foi penhorada por conta da dívida trabalhista da empresa com os 400 ex-empregados



A Justiça do Trabalho de Marília promoveu na tarde de ontem (18) leilão de mais de 100 itens penhorados em decorrência de ações. Mais de 150 pessoas compareceram ao certame realizado no Alves Hotel. Entre os imóveis, o prédio da garagem da Circular, recebeu lance de R$ 4 milhões, entretanto, a juíza Daniele Martins Comin rejeitou a proposta. O bem de mais de 10 mil metros quadrados, localizado na rua Oswaldo Cruz com avenida Pedro de Toledo e rua Almirante Barroso, no bairro Palmital, está avaliado em R$ 9,8 milhões e tinha lance mínimo de R$ 4,9 milhões.

O prédio agora vai passar por nova avaliação e, pela questão social que envolve pagamento de ex-funcionários da empresa, pode retornar a leilão em nova data. Outra opção é de algum interessado apresentar alienação judicial e propor pelo menos 60% do valor de avaliação do imóvel.

“Os trabalhadores prosseguem com a garantia da penhora, mas ficam sem definição do caso”, explica a advogada do Sindicato dos Motoristas, Adriana Ferrari.

A garagem da antiga concessionária do transporte coletivo foi penhorada por conta da dívida trabalhista da empresa com os 400 ex-empregados. A Circular não cumpriu os acordos firmados durante as audiências de conciliação. Há um ano a empresa deixou de depositar o valor referente aos direitos rescisórios como férias, aviso prévio, décimo terceiro, PLR e até mesmo cesta básica atrasados. Cada ação varia de R$ 2 mil a R$ 10 mil. Além da dívida a empresa é autuada diariamente com multa de 50% sobre o devido e todas as parcelas vencíveis.

ARREMATE

Outro imóvel da empresa, com dois lotes, localizado na avenida Brasil, referente a ações da 1ª Vara, foi arrematado pelo valor mínimo de R$ 1,2 milhão. A avaliação da área composta por barracão, casa e terreno era de R$ 2,4 milhões. Como o lance não atingiu 70% do valor como previsto no edital o lance será avaliado pelo juiz e a decisão proferida na próxima semana.

Caso seja concretizada a venda a Circular tem o prazo de cinco dias para entrar com embargo ao arremate. Caso a venda seja mantida e o dinheiro fique desembaraçado a justiça deve fazer a distribuição da quantia referente a cada trabalhador.

Além dos bens da Circular outros 14 itens entre imóveis e veículos foram arrematados ao preço de R$ 2 milhões.

Segundo o leiloeiro Rodrigo Rigolon Silva, os arrematantes terão de apresentar adiantamento de 20% (mais a comissão). O restante deverá ser pago no prazo máximo de 15 dias.
Fonte: Diário de Marília
Publicado em
14
Julho
2014
Leilão oferece mais de 60 lotes; interessados podem participar pela internet
Na próxima quinta-feira (17/7), o Tribunal de Justiça vai realizar um leilão oficial com mais de 60 lotes. Apartamentos, casas, motos, carros, aparelhos de televisão e até conjuntos de sofá e blocos de cimento serão apregoados presencialmente no auditório do TJBA, na 5ª Avenida do Centro Administrativo da Bahia, nº 560, em Salvador, a partir das 9h.

Nos lotes também estão imóveis comerciais, urbanos e rurais, localizados em Salvador e Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, Vitória da Conquista, no Sudoeste, Bom Jesus da Lapa, no Oeste, Barrocas, região de Feira de Santana, e Caculé, no Extremo Sul.

Para participar, é necessário chegar com meia hora de antecedência para apresentar documento de identificação e comprovante de residência. Para representantes de Pessoa Jurídica, é indispensável um documento da empresa.

Os interessados também podem participar pela internet. Para tanto, é preciso ter a inscrição reconhecida mediante o envio dos documentos com 24 horas de antecedência. Os lances eletrônicos poderão ser enviados antes do leilão presencial começar, e o internauta poderá continuar disputando em tempo real, enviando lances maiores caso julgue necessário.

Para saber todos os bens disponíveis basta visitar o site www.leiloesjudiciais.com.br ou informar-se pelo 0800-707-9272.

O leilão oficial é uma oportunidade de aquisição de bens para quem tem interesse em investir, além de beneficiar os credores, pois resgata valores provenientes de dívidas reconhecidas em processos concluídos que tramitaram nos Juizados Especiais, mediante penhora determinada pela Justiça.

Quem adquire um bem no leilão recebe um documento chamado "carta de arrematação", em vez de escritura. Esta carta tem o mesmo efeito para comprovação de propriedade, no caso de futura negociação pelo novo dono. Outro leilão está previsto para o próximo dia 31.

Texto: Ascom TJBA
Fonte: Ascom TJBA
Publicado em
14
Julho
2014
Carros da 'Operação Parlamento Roza', encontram-se na praça Jerônimo Monteiro em Cachoeiro de Itapemirim
O contador Helio Grechi Roza foi condenado ao ressarcimento do montante integral, sendo que os demais réus beneficiados pelo dinheiro público desviado deverão responder solidariamente, em razão dos depósitos recebidos em suas contas bancárias.
http://www.folhadoes.com/cdn/imgs/galeria/OGSOOOPKQRB2014071423293214072014.jpg


Estão posicionados na praça Jerônimo Monteiro quatro carros que serão leiloados para reposição de verba desviada pelo contador Hélio Grechi Roza, da Câmara municipal de Cachoeiro de Itapemirim. Hélio Grechi Roza, foi preso no dia 25 de abril, deste ano, com o objetivo de garantir a ordem pública, a conveniência da instrução criminal e a aplicação da lei penal.

O mesmo utilizou dinheiro público pertencente à Câmara Municipal para celebrar dezenas de negócios relativos à aquisição de gado, veículos, máquinas pesadas e imóveis. Na operação denominada "Operação Parlamento Rosa", o ministério público do Estado do Espírito Santo (MPES), requereu ainda que fossem deferida as alienações antecipada dos veículos pertencentes a Hélio Grechi Roza e seus familiares, com a realização de ato público.

O leilão judicial, contendo 01 Corolla, 01 VW Beetle, 01 Peugeot e 01 celta. Acontecerá no próximo dia 17 de julho e o segundo no dia 31 de julho de 2014, com início às 09 horas . Os lances poderão ser efetuados também pela internet, os interessados deverão se cadastrar 24 horas antes do leilão para efetuarem lances eletrônicos.

Entenda o caso e a 'Operação Parlamento Rosa'.
O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Cachoeiro de Itapemirim, ajuizou três ações – uma criminal e duas cíveis –, a partir das investigações da "Operação Parlamento Rosa", que apurou irregularidades na folha de pagamento da Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim.

Na esfera criminal, o MPES denunciou 12 pessoas pelos crimes de falsidade ideológica, uso de documento falso, peculato e lavagem de dinheiro. Nesta denúncia, a Promotoria de Justiça também pediu a decretação da prisão preventiva do então contador da Câmara Municipal Hélio Grechi Roza, com o objetivo de garantir a ordem pública, a conveniência da instrução criminal e a aplicação da lei penal. Operação Parlamento Rosa

A chamada operação "Parlamento Rosa" foi deflagrada em outubro de 2013 para apurar irregularidades na folha de pagamento da Câmara Municipal de Cachoeiro de Itapemirim. O MPES constatou desvio de dinheiro público, originariamente destinado ao pagamento de imposto e contribuição previdenciária, mediante depósito de cheques em diversas contas de servidores e particulares, comandado pelo contador da Câmara, Hélio Grechi Roza.

Apurou-se ainda que a Câmara possui dívida de contribuições previdenciárias junto ao INSS e ao Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Município de Cachoeiro de Itapemirim (Ipaci), cujo pagamento é realizado mediante desconto proporcional no duodécimo repassado pelo município, não cabendo àquela Casa de Leis efetivar tal pagamento, visto que o mesmo é realizado diretamente pela Fazenda Municipal por ocasião do repasse do duodécimo.
Fonte: FOLHA DO ES
Publicado em
08
Abril
2014
Grande Leilão da Justiça do Trabalho de Marília
Leilões Judiciais na mídia em notícia veiculada no Jornal Bom dia Cidade (Rede Globo/SP)
Leilão da Justiça do Trabalho de Marília é destaque em um dos principais telejornais de Marília e região.
Fonte: Globo TV
Publicado em
08
Abril
2014
Leilão de veículos ultrapassa previsão e gera superávit de 29,1%
O Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, por meio da Comissão de Alienação e Bens Apreendidos, vinculada à Corregedoria-Geral de Justiça, realizou, na última quarta-feira (2), leilão de veículos na Comarca de Ponta Porã.

Ao todo foram leiloados 105 veículos, entre caminhões, automóveis de passeio, motocicletas, e até mesmo carretas, todos apreendidos em processos criminais de Ponta Porã e região.

Os veículos leiloados, em sua maioria, haviam sido apreendidos pela polícia em ações contra o tráfico de drogas, crime muito comum naquela região de fronteira. Mas havia também veículos roubados ou furtados, recuperados pela polícia e não reclamados pelos proprietários, além de outros apreendidos em decorrência de crimes diversos.

Os veículos somente são levados a leilão depois de levantados todos os ônus ou restrições, cíveis ou criminais, tais como registro de furto ou roubo, alienação fiduciária ou penhora. O veículo é entregue ao arrematante totalmente livre e desembaraçado, cabendo a ele pagar, além do valor de seu lance, comissão de 5% à empresa leiloeira.

Segundo informações do juiz auxiliar da Corregedoria, Fernando Paes de Campos, os veículos haviam sido avaliados em R$ 931.500,00, mas ao final apurou-se uma arrecadação de R$ 1.202.750,00, gerando um superávit de 29,1%. O magistrado acredita que uma das razões para o sucesso do leilão, onde foram arrematados todos os veículos oferecidos, foi o fato de que os lances podiam ser feitos tanto presencialmente, no próprio local do evento, como também pela internet, pelo site da empresa leiloeira, a Serrano Leilões.

O valor arrecadado com a venda dos automóveis apreendidos é depositado no respectivo processo criminal. Ao final, na sentença, o juiz decidirá o destino dos valores. No caso de veículos aprendidos em processo pelo crime de tráfico, o dinheiro é revertido à União e aplicado em projetos de combate ao tráfico de entorpecentes

Leilões de veículos apreendidos ocorrem rotineiramente em todo o Estado, e para participar deles o interessado deve ficar atento para a divulgação que é feita na imprensa pelas empresas leiloeiras.
Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Mato Grosso do Sul
Publicado em
01
Dezembro
2013
Juizados Especiais realizam leilão de bens penhorados
A Coordenação dos Juizados Especiais (Coje) do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) realizou, nesta quinta-feira (28/11), o segundo leilão judicial unificado com negociações presenciais e eletrônicas, reunindo bens penhorados de processos das comarcas de Salvador, Feira de Santana, Itapetinga, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista.



A funcionária pública Maria Lane Pereira participou pela primeira vez de um leilão. Moradora de Ibitiara, na Chapada Diamantina, ela queria comprar um apartamento para os filhos, que estão vindo estudar em Salvador. Com um único lance, arrematou um apartamento de 81 m² no bairro da Pituba pelo valor mínimo, R$ 210.000,00. “A expectativa agora é de que tudo dê certo e eu possa receber logo o apartamento”, revelou Maria Lane.

Foram leiloados 64 lotes, entre automóveis, móveis, máquinas, equipamentos, eletrodomésticos, entre outros itens diversos. O leilão foi realizado no auditório do TJBA, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). O leiloeiro Rodrigo Martins garante que qualquer pessoa pode participar sem dificuldade de um leilão judicial. Todas as dúvidas são esclarecidas por uma gravação, exibida antes do início do leilão, ou diretamente com o leiloeiro. “Para fazer um bom negócio no leilão, o interessado deve fazer uma visita e verificar o bem antes de arrematá-lo. Outra dica é não se empolgar nos lances e ir somente até quanto pode pagar”, sugere o leiloeiro.

Os novos leilões unificados são realizados por uma empresa conceituada que já atua nos leilões das varas de Fazenda Pública do TJBA e com outros órgãos públicos brasileiros. Não há custos para o Tribunal, uma vez que a remuneração do leiloeiro é baseada em percentual sobre a arrematação.

A iniciativa traz ganhos para o TJBA, uma vez que agiliza os processos que já estão em fase de execução, e para os cidadãos, sejam eles executados ou executantes em uma ação judicial, ou mesmo para os interessados em comprar os bens penhorados.

Os lotes que não foram arrematados nesta quinta estarão disponíveis na segunda etapa do leilão, que vai acontecer no dia 12/12, com valores abaixo dos determinados para a primeira etapa. A lista com os bens disponíveis de acordo com cada comarca pode ser acessada no site www.leiloesjudiciais.com.br.

Texto: Marcus Murillo - Agência TJBA de Notícias / Foto: Nei Pinto
Fonte: Tribunal de Justiça do Estado da Bahia
Publicado em
27
Novembro
2013
Prefeitura arremata acervo do Lavoura e Comércio por R$ 180 mil
Acervo histórico e fotográfico do jornal Lavoura e Comércio foi arrematado pelo governo municipal. O leilão judicial foi realizado ontem no Fórum Melo Viana. Com a arrematação, toda a história do periódico que circulou durante 104 anos será encaminhada ao Arquivo Público de Uberaba. Somente a coleção histórica totaliza 27.500 edições encadernadas em 227 volumes.

Este acervo inclui todas as edições, contendo o primeiro exemplar, datado de 6 de julho de 1899, até a última edição, que circulou no dia 23 de outubro 2003. O lote estava avaliado em R$500 mil, porém foi arrematado pelo valor de R$150 mil. Já o acervo fotográfico do jornal, composto de aproximadamente novecentas mil fotografias - todas devidamente acondicionadas -, cujo lote estava avaliado em R$200 mil, foi leiloado por R$30 mil.

De acordo com o leiloeiro oficial, José Antônio Rodovalho Júnior, o leilão judicial ocorreu com tranquilidade. Os dezenove lotes oferecidos no edital divulgado pelo juiz João Rodrigues dos Santos Neto, titular da Vara Empresarial, Execuções Fiscais de Títulos e de Registros Públicos, totalizava pouco mais de R$770 mil. Além dos dois lotes arrematados pela Prefeitura de Uberaba, também foi leiloada uma motocicleta, pelo valor de R$1.750. Não foi divulgado o nome do comprador.

O procurador-geral Paulo Salge, responsável por representar o município no leilão judicial, avalia a arrematação como positiva para Uberaba. Para ele, a compra dos acervos mostra uma atitude positiva do prefeito Paulo Piau (PMDB). “Ele se sensibilizou em manter a chama acesa da história de Uberaba.” Ele também explica que o pagamento dos acervos será feito em oito parcelas que deverão começar a ser quitadas a partir de 2014.

Para o secretário de Administração, Carlos Bracarense, a aquisição é de grande valia para a comunidade uberabense. “Tornar de posse pública aquilo que é publico”, afirma. Ainda segundo ele, todo o acervo será encaminhado ao Arquivo Público.

De acordo com a superintendente do Arquivo Público, Marta Zednik Casanova, ao receber o material, o órgão irá dar início ao restauro e digitalização, “disponibilizando-o para consulta aos historiadores, pesquisadores, instituições de ensino e comunidade uberabense, fortalecendo assim o direito pleno à cidadania no que se refere à Lei de Acesso à Informação”.
Fonte: JM Online (Uberaba/MG)
Publicado em
11
Novembro
2013
Lotes, chácara, carro e motocicleta são leiloados pela Justiça Federal
O leilão será eletrônico e presencial no dia 12 e 27 de novembro. Os bens poderão ser pagos à vista ou parcelados.
Será realizado nesta terça-feira (12) e no próximo dia 27 o 2º leilão judicial promovido pela 2ª Vara da Justiça Federal do Tocantins. O leilão será no auditório da sede da Justiça Federal, na quadra 201 norte em Palmas a partir das 13h (nos dois dias) e eletrônico pelo site dos leilões judiciais. Os lances online poderão ser dados de qualquer lugar do país.
Serão leiloados bens móveis e imóveis, entre eles terrenos, a maioria dos bens a serem leiloados, construções, chácaras, carros, motocicletas e até bombas de combustível. Os bens e os valores podem ser vistos no edital disponível no site do órgão.
O edital também informa que os bens poderão ser pagos à vista com depósito do dinheiro em conta judicial ou no prazo de até 15 dias ou parcelado apresentado proposta por escrito e com oferta de pelo menos 30% a vista.
Os interessados em participar do leilão pela internet devem fazer um cadastramento prévio no site com um prazo máximo de 24h antes do leilão.

O leilão presencial acontecerá na sede da Justiça Federal do Tocantins, em Palmas (Foto: Divulgação/Justiça Federal do TO)
Fonte: G1
Publicado em
08
Novembro
2013
Leilão municipal supera estimativa
A arrecadação obtida pelo leilão realizado pela Prefeitura de Manaus superou as estimativas da coordenação chegando a aproximadamente R$ 400 mil. As vendas, realizadas no dia 30 de outubro, envolveram mais de 50 lotes de bens móveis inservíveis, contendo materiais hospitalares, de informática, de refrigeração, móveis e veículos, pertencentes ao acervo patrimonial do município.
Os lotes mais disputados continham um caminhão Ford, ano 2004, e condicionadores de ar. Ambos foram arrematados por R$ 67 mil.
O leilão atraiu o interesse de compradores de outros estados, como Goiás, Minas Gerais e Pará. “Dos 50 lotes oferecidos, onze foram arrematados por pessoas de fora de Manaus”, destaca o secretario municipal de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), Serafim Meirelles Neto.
De acordo com a coordenação do leilão, logo após o pagamento foi iniciada a entrega dos lotes, sob a supervisão dos membros da Comissão Permanente de Avaliação e Alienação de Bens Móveis Inservíveis e de servidores da Divisão de Patrimônio da Semad. As negociações foram conduzidas pelo leiloeiro público oficial Jimmy Asami, matrícula JUCEA nº 010/09, conforme estabelecido pela Lei nº 8.666/93.
Secretaria Municipal de Administração,Planejamento e Gestão.
Fonte: Prefeitura Municipal de Manaus
Publicado em
15
Outubro
2013
Mais de 100 veículos foram arrematados no leilão do CEAD
O Conselho Estadual Antidrogas – CEAD – de Campo Grande, levou a leilão nesta última segunda-feira (14/10) mais de 100 veículos, todos foram arrematados com diversas disputas. O evento lotou o auditório do Hotel Proença e o grande sucesso se deve aos preços com descontos atrativos.
Quem não pode participar desse leilão, tem uma nova oportunidade no próximo dia 17, onde o Tribunal de Justiça de Campo Grande coloca a leilão mais de 90 veículos de diversas marcas e modelos. O evento ocorre a partir da 08h00 com lances online, para qualquer lugar do Brasil pelo site www.leiloesjudiciais.com.br.
A Leilões Judiciais Serrano® presta exclusivo atendimento pelo 0800-707-9272 de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 19:00 horas, sábados e feriados, das 08:00 às 16:00 horas.
Fonte: Diário de Campo Grande
Publicado em
21
Setembro
2013
Thermas de Epitácio é arrematado em leilão judicial por R$ 615 mil
Ainda segundo a assessoria, o nome da pessoa que deu o lance vencedor fica em poder da Justiça.
Avaliado em R$ 1,025 milhão, o Thermas de Presidente Epitácio foi arrematado em um leilão, por R$ 615 mil, de acordo com a Assessoria de Imprensa da Leilões Judiciais Serrano, empresa especializada no ramo e que realizou o evento. O ato ocorreu nesta semana, em Presidente Prudente. Conforme o edital, assinado pelo juiz substituto da Vara do Trabalho de Presidente Venceslau, Cláudio Issao Yonemoto, o empreendimento está penhorado na Justiça. O secretário de Turismo epitaciano, Frank Zocante, relata que o espaço é um ponto turístico de suma importância para a cidade e a sua reabertura contribuiria em vários aspectos para o desenvolvimento do município.



A assessoria da Leilões Judiciais Serrano, empresa de Maringá (PR), informa que o arremate se deu pelo lance mínimo. “Foram realizadas 272 visitas no nosso site, e ele poderia ser arrematado presencialmente ou eletronicamente”, comunica. O leilão ocorreu na terça-feira, às 13h, na sede do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp). Ainda segundo a assessoria, o nome da pessoa que deu o lance vencedor fica em poder da Justiça. No edital consta que existem ônus sobre o bem: uma penhora nos autos de 12 processos da 1ª Vara Cível da Comarca de Epitácio e oito na Vara do Trabalho de Venceslau, além de servidão convencional perpétua a favor da Caiuá Distribuição de Energia S/A, sobre parte do imóvel. O responsável pelo espaço foi procurado, mas preferiu não se pronunciar sobre o assunto.

Empreendimento
A área onde está situado o Thermas de Epitácio possui cerca de 67 mil metros quadrados (m²), é composto por diversas benfeitorias, entre elas piscinas, tobogãs e quadras para esportes de areia. Zocante fala que a inauguração do local se deu por volta de 1990 e que o fechamento ocorreu entre abril e março deste ano. “O ponto nunca foi da Prefeitura, e sim de uma empresa particular”, pontua.

Importância para a cidade
Ainda conforme o secretário, o espaço teve reflexo positivo à cidade enquanto ficou aberto. “Sempre foi muito bom pro município”, avalia. Sobre a possível reabertura do local a partir do leilão, Zocante declara que a Prefeitura está aberta a conversas. “Não sabemos quem é a pessoa que arrematou, mas é interessante para nós se reabrisse e fosse investido. Estamos abertos a recepcionar mais um empresário em Epitácio”, relata.
Fonte: O IMPARCIAL
Publicado em
17
Setembro
2013
Juizados Especiais baianos realizam leilões unificados
Os Juizados Especiais do Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJBA) vão realizar leilões judiciais unificados a partir desta terça-feira (17/9). As negociações, que serão presenciais e eletrônicas, serão realizadas, nesta etapa, com bens penhorados de processos de Santo Antônio de Jesus, Itabuna, Ilhéus e Salvador.

Os novos leilões unificados serão realizados por uma empresa conceituada que já realiza essas negociações judiciais nas varas de Fazenda Pública do TJBA e com outros órgãos públicos brasileiros. Sem custos para o TJBA, uma vez que a remuneração do leiloeiro é baseada em um percentual sobre a arrematação, as hastas públicas unificadas concentram todo o esforço em um único local.

Além disso, as negociações serão realizadas em datas fixas, facilitando a disponibilização dos bens para arrematação. Desta forma, os itens penhorados que não forem arrematados na primeira data são enviados automaticamente para o próximo leilão disponível.

A iniciativa traz ganhos para o TJBA, uma vez que agiliza os processos que já estão em fase de execução, e para os cidadãos, sejam eles executados ou executantes em uma ação judicial, ou mesmo interessados em comprar os bens penhorados.
Fonte: Agência TJBA de Notícias
Publicado em
19
Agosto
2013
Leilões da Justiça do Trabalho de Campo Grande movimenta a economia
Aeronave Boing 737-204C, poderá ser arrematada em Leilão.
A Justiça do Trabalho de Campo Grande realiza leilões Presencial e Eletrônicos no dia 30 de agosto, no Hotel Proença e pelo site leiloesjudiciais.com.br. No evento, os licitantes poderão disputar Aeronave Boing 737-204C.

A Aeronave está avaliada em R$ 1 milhão, contudo poderá ser arrematado por até 50% do valor da avaliação, seu ano de fabricação é de 1970, cargueira e com 02 motores. Além disso imóveis urbanos em Campo Grande, mais de 70 veículos e outros bens também fazem parte do pregão. As fotos e os detalhes dos bens podem ser vistas no site http://www.leiloesjudiciais.com.br.

A Leilões Judiciais Serrano® enfatiza a importância dos interessados visitarem os imóveis, garantindo maior segurança no fechamento do negócio. Em caso de dúvidas, a Leilões Judiciais Serrano® presta exclusivo atendimento pelo 0800-707-9272 de segunda a sexta-feira, das 08:00 às 19:00 horas, sábados e feriados, das 08:00 às 16:00 horas.

Para participar o interessado deve comparecer no dia e horário marcado no Hotel Proença, localizado na Av. Euler de Azevedo, 583, B. São Francisco, Campo Grande/MS. No caso pessoa física deve estar munida dos documentos pessoais, e pessoa jurídica, contrato social com procuração.

Já para a modalidade eletrônica, o interessado deve realizar cadastro prévio no site http://www.leiloesjudiciais.com.br até 24 horas antes do leilão.
Fonte: Bela Vista MS
Publicado em
27
Novembro
2012
Usina de açúcar e álcool será leiloada por R$ 108 milhões para pagamento de dívidas trabalhistas e com fornecedores
O maior leilão da justiça trabalhista no Estado do Paraná deverá ser realizado hoje à tarde, no fórum de Jacarezinho (Norte Pioneiro). A empresa que vai a leilão é a usina de açúcar e álcool Casquel Agrícola e Industrial S/A, de Cambará (Norte Pioneiro).

As instalações da usina, máquinas e uma área de 619 hectares foram avaliadas em R$ 180 milhões por um perito nomeado pela Justiça do Trabalho, mas o patrimônio vai a leilão pelo lance inicial de R$ 108 milhões. A Casquel e seus antigos proprietários constam da relação do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná como os maiores devedores em ações trabalhistas no Estado. A empresa está desativada há mais de três anos por causa de dívidas com ex-funcionários e fornecedores.

O leilão será coordenado pela empresa Leilões Judiciais Serrano, especializada neste tipo de evento. O leiloeiro Fernando Serrano garante que este será o maior leilão judicial já realizado no Paraná e um dos dez maiores do País.

O maior já realizado no Brasil, coordenado pela mesma empresa, foi o leilão da Vasp, em dezembro de 2010, quando um patrimônio de R$ 340 milhões da empresa aérea foi a leilão para pagar dívidas com 8 mil funcionários. A empresa responsável pelo leilão passou um e-mail com informações básicas sobre a Casquel para todas as usinas de açúcar e álcool do Brasil. Ela informou que a usina tem capacidade de moer 4 mil toneladas de cana por dia, que a produção diária é de 250 mil litros de álcool e 3 mil sacas de açúcar e que a capacidade de armazenamento de álcool é de 5 milhões de litros. O leiloeiro acredita que dificilmente aparecerá algum interessado em adquirir o patrimônio da Casquel porque o valor, além de alto, deve ser pago em apenas seis meses. Caso realmente não haja interessado, deverá ser marcada uma outra data para realização do leilão, quando o lance inicial pode ter um valor menor. O fórum do Trabalho de Jacarezinho informa que existem 723 ações trabalhistas contra a empresa e seus proprietários, sendo a maior parte formada por ações individuais e algumas coletivas. A Justiça não informa o valor total das ações.

O superintendente da Associação dos Produtores de Bionergia do Estado do Paraná (Alcopar), José Adriano da Silva Dias, define que o leilão ‘‘é uma situação atípica’’ no segmento e espera que, independente de quem venha a arrematar o patrimônio, ‘‘a usina volte à atividade o mais rápido possível’’.
Fonte: FOLHA DE LONDRINA
Publicado em
28
Março
2012
Colégio é arrematado por R$ 12 milhões
O Colégio Nacional foi arrematado ontem em um leilão realizado pela Justiça Estadual de Vitória/ES. O imóvel, avaliado em R$ 5.626.500,00, foi arrematado por R$ 12 milhões.

O leilão foi presencial, na Justiça Federal, mas também eletrônico e transmitido pela internet.
Fonte: A Tribuna
Publicado em
13
Fevereiro
2012
Justiça Estadual realizará leilão presencial e eletrônico em Atibaia
A Justiça Estadual de Atibaia realiza leilão presencial e eletrônico no dia 17 de fevereiro, às 13h30, no Fórum da cidade. No evento, os licitantes poderão disputar excelentes propriedades, e solucionar os processos da Justiça.



No evento, casas e terrenos poderão ser arrematados pela melhor contraoferta oferecida,
dentre eles, linda casa no Vale do Flamboyant

Os licitantes poderão arrematar casas e terrenos em Atibaia, mas o destaque fica por conta de uma linda casa com 1.058m², que possui em suas dependências 05 quartos, edícula, 02 piscinas, sauna e churrasqueira, localizada no Vale do Flamboyant, Rua João de Barro, 566, Atibaia/SP. O bem está avaliado em R$ 1.006.200,00, e poderá ser arrematada pela melhor contraoferta. O leilão ainda conta com mais 02 terrenos e 02 casas, todos em Atibaia. A lista completa está disponível no endereço eletrônico www.leiloesjudiciais.com.br. No pregão ainda há a vantagem de participar pela modalidade eletrônica, sem precisar sair de casa ou do escritório. Basta cadastra-se previamente no site e participar.

A Leilões Judiciais Serrano® enfatiza a importância dos interessados visitarem os imóveis, garantindo maior segurança no fechamento do negócio. Em caso de dúvidas, a Leilões Judiciais Serrano® presta exclusivo atendimento pelo 0800-707-9272 de segunda a sexta-feira, das 8 às 19 horas.

Para participar o interessado deve comparecer no dia e horário marcado no Fórum, Rua Dr. José Roberto Paim, 99, Pq. dos Coqueiros, Atibaia/SP. No caso pessoa física deve estar munida dos documentos pessoais, e pessoa jurídica, contrato social com procuração. Já para a modalidade eletrônica, o interessado deve realizar cadastro no site www.leiloesjudiciais.com.br até 24 horas antes do leilão.
Fonte: www.ATIBAIA.com.br
Publicado em
16
Novembro
2011
Aeronave utilizada pelo narcotráfico é leiloada por R$ 84 mil
A Justiça Federal de Campo Grande, 3ª Vara Criminal, realizou nesta quarta-feira (16) o segundo leilão dos lotes de bens apreendidos do narcotráfico e do crime organizado. O leilão desses lotes teve início no dia 3 de novembro, quando uma BMW foi arrematada por R$ 323 mil, mais as taxas.
Na segunda etapa do leilão judicial o lote com a aeronave PURBN, Pelican 500 BR, avaliada em R$ 90 mil, foi arrematada por um lance de R$ 84 mil, sendo o comprador participou via internet.
A aeronave leiloada pertencia ao traficante Gilmar Flores, que foi preso com 600 kg de cocaína.



Justiça Federal
O evento contou com a presença do Juiz Federal Odilon de Oliveira, que explicou a importância dos leilões. “O dinheiro fica depositado a disposição da Justiça Federal e quando não couber mais recurso segue para as mãos da União”.
O Juiz destacou que, salvo engano, 40% destes valores são destinados para a Polícia Federal. “O ideal é que fossem leiloados imediatamente e que fosse usado para combater o tráfico de drogas”.
Oliveira ressaltou que depois da venda há o prazo para os embargos. “Dificilmente é julgado procedente, mas se houver anulação daquela venda o valor é devolvido”.
Segundo o Juiz, os bens perecíveis apreendidos não demoram a ser leiloados. “Em média seis meses após a apreensão”.
Imóveis
Odilon de Oliveira enfocou que não tem uma estimativa e a partir de 2012 serão leiloados. “São aproximadamente 270 propriedades, entre rurais e urbanas”.
De acordo com o Juiz, a dificuldade de administrar os imóveis justifica os leilões. “Os proprietários desses bens, salvo engano, todos estão presos”.
Leilões
Maria Fixer, leiloeira oficial, destacou que leilão é um ótimo negócio. “Mas, existem muitas regras que devem ser seguidas”.
Segundo a leiloeira, alguns lotes não estão em Campo Grande, entre eles a aeronave, que está em Cascavel (PR).
Os lotes arrematados hoje serão pagos 20% a vista e o restante em quinze dias.
Na próxima sexta-feira (18), estão previstos os leilões de dois postos de combustíveis. Além disso, no dia 2 de dezembro haverá um leilão nacional, sendo apenas via internet e no dia 12 a segunda etapa será presencial e eletrônico, com lotes de todo o Mato Grosso do Sul.
O total arrecadado nas duas fases deste leilão de bens apreendidos do crime organizado e do narcotráfico é de R$ 790 mil.
Matéria editada para acréscimo de informações.
Fonte: Midiamax News
Publicado em
05
Novembro
2011
Chácara Morada dos Deuses em Aragarças vai a Leilão da Justiça
Justiça do Trabalho de Iporá, realiza leilão presencial e eletrônico e oferece ótimas oportunidades para investidores de Iporá e região.
No pregão, serão disputados dois valiosos imóveis comerciais, com a ajuda da tecnologia os interessados podem participar via internet com lances em tempo real.

Iporá, 28 de novembro de 2011 – O Leilão da Justiça do Trabalho de Iporá está agendado para o dia 07 de novembro, a partir das 13:00 horas, em sua sede. No pregão os interessados poderão adquirir um valioso imóvel comercial, que possui em suas dependências 74.793m² de terreno, com duas edificações e com lago artificial, tem por nome Chácara Morada dos Deuses. O imóvel está localizado, no município de Aragarças. Avaliado em R$ 3.000.000,00, poderá ser arrematado pelo lance mínimo de R$ 1.800.000,00. Para os interessados o leilão ainda conta com outro imóvel comercial no município de Doverlândia, edificação com 70m² e 395m² de terreno. Avaliado em R$ 90.000,00 e poderá ser arrematado pelo lance mínimo de R$ 54.000,00.
Fonte: Jornal Oeste Goiano
Publicado em
03
Novembro
2011
BMW do crime organizado é arrematada por R$ 323 mil em leilão no Mato Grosso do Sul
Realizado na manhã desta quinta-feira (3) o leilão de bens apreendidos pela Justiça Federal de Campo Grande, da 3ª Vara Criminal, especializada na recuperação de patrimônio do crime organizado.
Entre os bens a serem leiloados estavam uma aeronave, Pelican 500 BR, com o lance inicial de R$ 90 mil, que não foi arrematada e uma BMW, a diesel, a única no Brasil.
A proprietária da BMW está sendo executada através do processo nº 0008555-43.2011.403.6000 e foi arrematada por um comprador de Campo Grande, pelo valor de R$ 323 mil, mais as taxas.
Os leilões são presenciais e eletrônicos, com o objetivo de vender bens, como imóveis e veículos, que pertenciam a narcotraficantes presos.
Leilão
Os leilões são autorizados pela Justiça Federal, nos casos de bens perecíveis. “Podem ser leiloados logo porque se deterioram, principalmente os aviões”, informou o juiz federal, Odilon de Oliveira.
De acordo com o juiz, os valores arrecadados nos leilões são depositados em contas específicas. “A destinação do dinheiro é dada quando não cabe mais recurso”.
Para Oliveira o ideal seria utilizar este dinheiro na segurança pública. “Só a 3ª Vara já arrecadou R$ 25 milhões”, destacou o juiz.
A 3ª Vara Criminal é a que mais arrecada porque é especializada na recuperação de patrimônio do crime organizado. “A maioria dos bens apreendidos são do tráfico de drogas”, afirmou.
Fonte: Midiamax News
Publicado em
03
Novembro
2011
Carro de luxo apreendido em MS com criminosos é leiloado por R$ 323 mil
Justiça leiloou três veículos apreendidos com o crime organizado no estado. Veículo foi arrematado por morador da capital, após disputa de 35 lances.
BMW é arrematada em leilão da Justiça Federal em Campo Grande, MS (Foto: Leilões Serrano /Divulgação)

Um carro de luxo apreendido em 2010, durante operação contra a lavagem de dinheiro do crime organizado, alcançou o maior valor no leilão realizado na manhã desta quinta-feira (3), em Campo Grande, pela Justiça Federal em Mato Grosso do Sul. O veículo foi arrematado por R$ 323 mil.

O carro fazia parte de um lote de 22 itens, entre eles veículos e e aeronaves, apreendidos pela 3ª Vara Criminal da Justiça Federal em Campo Grande, especializada em ações contra o crime organizado.

Segundo a empresa responsável pela organização do leilão, um morador da capital arrematou o carro com placas do Paraguai, que possuía o valor inicial de R$ 255 mil e após 35 lances chegou ao valor final.

O leilão foi realizado de forma presencial e virtual, 10 pessoas compareceram a um hotel da cidade e outras deram o lance pela internet. Do total de 22 veículos e aeronaves, três bens foram arrematados. Alguns dos outros chegaram a receber lances, mas abaixo do valor estipulado.

De acordo com a assessoria de imprensa da Justiça Federal, o dinheiro arrecadado com os leilões é encaminhado para os cofres púbicos federais ou entidades carentes. O local que recebe o dinheiro é determinado pelo juiz responsável pela ação.
Fonte: G1
Publicado em
25
Outubro
2011
Leilão Presencial e Eletrônico das Justiças do Trabalho de Rio Verde, Jataí e Mineiros, movimenta economia em Goiás
Diversos lotes entre eles casas, terrenos, veículos e vários outros, poderão ser arrematados com até 50% de desconto e mais o interessado poderá ofertar lances em tempo real, via internet
Rio Verde, 24 de outubro de 2011- As Justiças do Trabalho de Rio Verde, Jataí e Mineiros realizam leilão presencial e eletrônico no dia 31 de outubro, às 13:00 horas, no Hotel Honorato Plazza. No evento, os licitantes poderão disputar excelentes propriedades, por 50% do valor da avaliação, isso significa que os bens poderão ser arrematados pela metade do preço, e por fim solucionados os processos da Justiça do Trabalho.

Alguns bens que os licitantes podem arrematar são terreno comercial, prédio, casas, sítios em Rio Verde, parte ideal sobre instalações para hospital com 37 dependências em Mineiros, terreno comercial em Jataí e parte ideal sobre um sítio em Serranópolis e ainda veículos, máquinas, equipamentos e diversos outros bens. A lista completa está disponível no endereço eletrônico www.leiloesjudiciais.com.br.

A Leilões Judiciais Serrano® enfatiza a importância dos interessados visitarem os imóveis, garantindo maior segurança no fechamento do negócio. Em caso de dúvidas, aLeilões Judiciais Serrano® presta exclusivo atendimento pelo 0800-707-9272 de segunda a sexta-feira, das 8:30 às 19:00 horas, sábados, domingos e feriados, das 9:30 às 17:00 horas.
Para participar o interessado deve comparecer no dia e horário marcado no Hotel Honorato Plazza, Av. Presidente Vargas, 325, centro, Rio Verde/GO. No caso pessoa física deve estar munida dos documentos pessoais, e pessoa jurídica, contrato social com procuração. Já para a modalidade eletrônica, o interessado deve realizar cadastro no site www.leiloesjudiciais.com.br até 24 horas antes do leilão. O pagamento será feito com sinal de 20% e comissão do leiloeiro no ato do pregão e o restante no prazo de no máximo 24 horas.
Fonte: Diário do Norte